Amparo Maternal inaugura UTI Neonatal

Diretora Junia e a Dra. Ruth

Os últimos meses foram recheados de novidades no Amparo Maternal. Em agosto, por exemplo, foi inaugurada na Casa a UTI Neonatal Irmã Anita Gomes. O evento contou com a presença da Dra. Maria Ruth Banholzer (representando o Ministério da Saúde), da Irmã Anita Gomes, da Irmã Lia Gregorine, presidente do Conselho Administrativo da ACSC, além de voluntários, funcionários e outras personalidades importantes.

Irmã Anita Gomes durante a inauguração da nova UTI Neonatal

A nova unidade é totalmente adequada à legislação atual, garantindo maior segurança ao cliente e à equipe profissional, na assistência aos recém-nascidos que necessitem de cuidados intensivos. A nova ala é composta por 18 leitos, sendo 10 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal, dos quais 1 é de isolamento, e 8 leitos de cuidados intermediários neonatal convencional.

Foram mais de R$ 1 milhão de investimentos de parceiros, como a organização alemã Kindermissionswerk e a Associação Congregação de Santa Catarina, e 4 meses de obra. A instituição conquistou melhorias nas instalações de gases, elétrica e ar condicionado. Além disso, proporcionou redução de ruídos e adequação da luminosidade com a nova estrutura. “Temos agora uma área de apoio para as mães e vestiários privativos para as equipes. Tudo isto proporcionou uma otimização do espaço e humanização do setor. A ideia é tornar a nova Unidade Neonatal mais agradável para as mães que acompanham seus filhos”, complementa a médica neonatologista responsável pela unidade, Dra. Silvia Maia Holanda.

O novo espaço possibilita ainda o início do método Canguru com as mães, que é um modelo de assistência neonatal que ajuda na recuperação de bebês prematuros. Com essa técnica, o bebê tem contato pele a pele com as mães, desde a UTI. “Esse método é muito benéfico, porque ajuda no ganho de peso, na manutenção da frequência cardíaca e respiratória do bebê, na manutenção dos níveis de oxigênio e ajuda na criação do vínculo entre a mãe e o seu filho”, explica a médica neonatologista do Amparo Maternal Renata Lamano.

De acordo com o Ministro da Saúde, Alexandre Padilha, em mensagem enviada na data de inauguração, esse novo espaço vai garantir a implementação de uma das políticas públicas da sua pasta, o Projeto Canguru e a Rede Cegonha. “Este novo espaço, mais amplo, moderno, conta com equipamentos e profissionais necessários com qualidade para prestar o melhor atendimento e também nos ajudar naquele que é nosso maior compromisso: melhorar a vida dos brasileiros e brasileiras”, pontua.No evento de inauguração estiveram presentes Edson Rogatti, presidente da FEHOSP, e Celso Terra, coordenador da Rede de Proteção à Mãe Paulistana, que reforçaram a importância desses investimentos na assistência materno-infantil na rede pública de São Paulo. “São iniciativas como esta que beneficiam à sociedade e mostram a seriedade do trabalho feito pelo Amparo Maternal”, reforça Terra, em discurso na inauguração.

Outras novidades do Amparo

Ainda em agosto, o Amparo Maternal realizou ainda a campanha “Momento Talento”, realizada em comemoração aos 74 anos Casa. Voltada aos colaboradores, a campanha tem o objetivo de apresentar os talentos daqueles que tornam o trabalho da entidade cada vez melhor e mais relevante para a sociedade.

Além disso, entre julho e agosto, o Amparo Maternal promoveu a “Exposição Amor à Vida”, uma mostra que apresenta trabalhos manuais feitos pelas conviventes do Centro de Acolhida da unidade.

E para finalizar esse período de tantos acontecimentos, a Casa recebeu recentemente a visita do Instituto Mara Gabrilli, que apresentou o Projeto “Cadê Você?”, que localiza e identifica pessoas com deficiência, residentes nas comunidades mais carentes do município de São Paulo, e cria uma rede de proteção levando informações sobre os principais serviços existentes nas áreas: saúde, trabalho, esporte, acessibilidade, educação e direito.  Neste ano, em seis edições, o projeto atendeu cerca de 500 pessoas. O evento teve patrocínio da Sabesp, Mc Donald’s e Bombril e contou com a presença da própria Mara Gabrilli.