Espiritualidade marca a Semana da Inclusão no HST

Em meio aos eventos de conscientização e integração em prol ao “Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência”, o Hospital Santa Teresa (RJ), em Petrópolis, marcou a data de uma maneira especial, por meio de uma missa em Ação de Graça que contou com a tradução em libras paras os deficientes auditivos e pela vinda da imagem peregrina da Nossa Senhora Aparecida à capela do Hospital.

Recentemente, o HST fortaleceu uma parceria com a Associação Pró-Deficientes, já que o hospital é uma das instituições que mais empregam pessoas com deficiência no município.

Semana de Inclusão ACSC 2015

Com o intuito de reforçar a importância e a identificação da ACSC com o Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência (21/09), a Administração Corporativa promoveu entre os dias 22 e 25 de setembro a “Semana de Inclusão ACSC 2015”. O evento, que faz parte do “Vida Plena” – programa de inclusão profissional da ACSC para pessoas com deficiência – reuniu uma série de atividades com o propósito de possibilitar experiências marcantes e despertar a reflexão dos colaboradores sobre o tema.

Cerca de 500 colaboradores das Casas de SP administradas pela ACSC participaram da programação que, entre os destaques, contou com a palestra “Responsabilidade Corporativa sobre Inclusão de Pessoas com Deficiência” (ministrada por Carolina Ignarra, fundadora e consultora da Talento Incluir), teatro de bonecos “Turma do Bairro” (da ONG Sorri Brasil), workshop de Libras, exposição dos “Pintores com a Boca e os Pés”, oficina de Origami (ministrada pela Aliança Cultural Brasil-Japão), experiência sensorial e o Coral da Associação de Deficientes Visuais e Amigos (ADEVA).

“É preciso respeitar as diferenças para incluir e para que isso aconteça, precisamos educar as pessoas para entender as diferenças”, disse Carolina Ignarra, fundadora e consultora da Talento Incluir. A palestra que Carolina ministrou na abertura da Semana trouxe uma lição de vida e superação. Formada em Educação Física, Carolina dava aulas de Ginástica Laboral, quando ficou cadeirante após um acidente de moto em 2001. Contra todas as adversidades, Carolina nunca deixou que sua deficiência colocasse limites na sua vida. Três meses depois do acidente, ela já estava trabalhando novamente, alguns anos depois criou sua própria consultoria, escreveu um livro, tornou-se palestrante, conheceu seu futuro marido, casou e teve uma filha, hoje com 10 anos. “O problema está nos rótulos de que a pessoa com deficiência é incapaz, coitadinho e dependente. A superação acontece na vida de todos e quando nos igualamos, temos mais chances de promover a inclusão. Devemos mudar nossos modelos mentais com disposição, consciência e atitude”, afirma.

De acordo com Carolina, no Brasil existem hoje mais de 45 milhões de pessoas com deficiência, sendo 11 milhões com capacidade laboral e 358 mil contratados. Do montante de pessoas com deficiência, 61% não têm instrução completa e somente 6,7% têm formação superior. Este cenário ilustra alguns desafios de desequilíbrio social que precisam ser vencidos no País. Pensando nisso, a ACSC criou em 2013 o Vida Plena, programa que tem por finalidade promover a inclusão das pessoas com deficiência por meio da capacitação e oferta de oportunidades nas Casas administradas pela Entidade. “Não queremos tratar o tema inclusão como algo obrigatório. Queremos, antes de tudo, incluir e cuidar das pessoas, sensibilizar nossos colaboradores em relação ao tema e integrar as pessoas com deficiência”, comenta Elizabeth Leonetti, diretora corporativa de Gestão de Pessoas e Comunicação.

Como resultado disso, o Vida Plena estabeleceu duas novas parcerias recentes. Em conjunto com a AME (Associação Amigos Metroviários do Excepcionais), a ACSC promoverá cursos de capacitação para pessoas com deficiência, com possibilidade de aproveitamento interno ao término da formação. A outra parceria com a Fundação Dorina Nowill prevê a capacitação da área de Gestão de Pessoas e das lideranças em relação ao tema de inclusão, ações direcionadas aos colaboradores com deficiência e apoio para a reabilitação de pessoas com deficiência visual.