Segurança do Trabalho do HIS promove treinamento

Os profissionais da Segurança do Trabalho do (SC), que agora contam com novas instalações com salas de escritório e arquivo, ganharam também uma sala de treinamentos, a qual puderam inaugurar com aulas teóricas sobre a NR 35, que diz respeito a trabalho em altura.

Essa normativa compreendeu especificamente os colaboradores do Serviço de Manutenção, pois todas as profissões que trabalham acima de dois metros de altura precisam realizar o curso de NR 35, além de exames e atestado médico.

HTO Dona Lindu reduz o número de acidentes de trabalho

Um balanço divulgado pelo Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT) do Hospital Estadual de Traumatologia e Ortopedia Dona Lindu (RJ) apontou redução no número de acidentes de trabalho registrados desde 2012. O estudo teve como base os registros dos acidentes chamados “típicos”, quando acontecem pelo exercício do trabalho a serviço do hospital e os de “trajeto”, quando ocorre no percurso do local de residência para o de trabalho e vice e versa.

O HTO Dona Lindu fechou o ano de 2014 com 14 acidentes de trabalhos registrados, sendo 10 típicos e 4 de trajeto. Este número é 30% menor do que o registrado em 2013, quando foram 20, sendo 13 típicos e 7 de trajeto. A diferença é ainda mais relevante ao comparar com o ano de 2012, quando foram registrados 23, sendo 19 típicos e 4 de trajeto: redução de 39%. De janeiro a março de 2015, foram registrados 4 acidentes, sendo 3 típicos e 1 de trajeto. A estatística acompanha a de 2014, quando foi registrado exatamente o mesmo número no mesmo período.

O Médico do Trabalho, Dr. Nílson Arêas, ressaltou a importância dos treinamentos e capacitações promovidas pelos profissionais do HTO Dona Lindu. Para ele, o HTO sempre mostra preocupação com a saúde dos colaboradores: “Foi fundamental a parceria com a Educação Permanente para a redução dos acidentes de trabalho. No mês de fevereiro, por exemplo, o SESMT, a Educação Permanente e o Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH) realizaram treinamentos de biossegurança visando à redução de acidentes com materiais perfurocortantes, descarte correto de resíduos e a utilização de Equipamentos de Proteção Individual (EPI). Isso tudo confirma a preocupação do HTO com a segurança e a saúde dos colaboradores”, afirmou.

Para o Técnico de Segurança do Trabalho, Franklin Roosevelt Salerno Jr., em 2012 houve um aumento considerável nos números de pacientes internados, cirurgias e colaboradores contratados e isso influiu diretamente na quantidade de acidentes. No entanto, com um trabalho voltado para a prevenção e conscientização, esta situação foi se estabilizando gradativamente nos últimos dois anos e hoje a estatística é considerada um bom resultado.