Campanha de Natal continua recebendo doações para a Fundação Terra

A campanha Natal Solidário em Dobro, promovida pela Associação Congregação de Santa Catarina (ACSC), continua recebendo doações que visam tornar mais feliz o Natal de mais de 804 crianças atendidas pela Fundação Terra, entidade cuja missão é tornar melhor a vida da população em situação de pobreza que vive no semiárido do Agreste de Pernambuco.

Para ajudar esta entidade, está sendo solicitado um depósito no valor mínimo de R$ 50,00 (cinquenta reais) a ser creditado na conta da própria instituição. Com a quantia arrecadada, a entidade providenciará a compra dos itens para as crianças que serão beneficiadas. Dados bancário: Banco do Brasil / Agencia: 0068-X / Conta Corrente 17.967-1 /CNPJ 12.658.530/0001-00 / Favorecido: Fundação Terra

A presidente do Conselho da ACSC, Irmã Lia, que visitou a Fundação Terra e destaca a importância desta doação:

 “Gente humilde, pobre, simples, que ainda sabe sorrir.

Espaço onde as pessoas buscam vida e sobrevivência.

Um sacerdote assistindo milhares de pessoas.

Crianças, idosos, mulheres, gente necessitada de tudo…

De uma rua invadida de lixo, vê-se agora biblioteca, creche, igreja, escola profissionalizante…

Crianças, muitas crianças…

Queremos ajudar essa obra a dar um Natal feliz para essas centenas de crianças do sertão.

Você pode ser um doador e fazer uma criança sorrir e ser feliz. Pelo menos por um momento.

Então, mãos à obra: Fundação Terra grita por ajuda.”

(Clique para conferir o depoimento completo

EM TEMPO: As doações para presentear as crianças atendidas nas unidades da ACSC já estão encerradas, pois todas as crianças já foram apadrinhadas. Parabéns a todos que contribuíram! Vamos ajudar agora a Fundação Terra!

Porque ajudar a Fundação Terra neste Natal? Confira depoimento da Irmã Lia sobre a entidade

 

“Visitei a Fundação Terra em setembro de 2014. Em pleno sertão pernambucano.

Gente humilde, pobre, simples, que ainda sabe sorrir.

Espaço onde as pessoas buscam vida e sobrevivência.

Um sacerdote assistindo milhares de pessoas.

Crianças, idosos, mulheres, gente necessitada de tudo…

De uma rua invadida de lixo, vê-se agora biblioteca, creche, igreja, escola profissionalizante…

Crianças, muitas crianças…

Padre Airton Freire, que se veste de branco, com sacos de farinha, e usa sandálias rústicas nos pés, está a serviço…Servo entre servos.

Mora num casebre coberto de sapê: uma cama, uma rede, uma mesa, um altar…

A 200 metros da casa, uma capelinha num silêncio total em pleno sertão. Onde busca Deus.

Grande preocupação: a continuidade da obra em vista de sua doença. Diz que traz uma bomba em seu ventre, pois de um aneurisma de aorta, a prótese está lá.

E os pobres precisam ser atendidos…

No rústico de pedras rosas, a vida vai se fazendo através de mãos e corações dispostos à caridade.

Queremos ajudar essa obra a ter um Natal feliz para essas centenas de crianças do sertão.

Você pode ser um doador e fazer uma criança sorrir e ser feliz. Pelo menor por um momento.

Então, mãos à obra: Fundação Terra grita por ajuda”

Irmã Lia Gregorine, presidente do Conselho da ACSC

 

Natal Solidário em Dobro!

O Natal Solidário da ACSC este ano está diferente. Nossa proposta para 2014 é ampliar este gesto de amor, promovendo solidariedade em dobro e expandindo os limites da nossa entidade!

Além de unir esforços para presentear as 994 crianças e 80 idosos atendidos em nossas Casas, também queremos abraçar com a nossa força solidária mais 804 crianças atendidas pela Fundação Terra, uma entidade cuja missão é tornar melhor a vida da população em situação de pobreza que vive no semiárido do Agreste de Pernambuco.  

Irmã Lia, presidente do Conselho da ACSC, visitou recentemente a Fundação Terra e destaca a importância desta doação: 

“Gente humilde, pobre, simples, que ainda sabe sorrir.

Espaço onde as pessoas buscam vida e sobrevivência.

Um sacerdote assistindo milhares de pessoas.

Crianças, idosos, mulheres, gente necessitada de tudo…

De uma rua invadida de lixo, vê-se agora biblioteca, creche, igreja, escola profissionalizante…

Crianças, muitas crianças…

Queremos ajudar essa obra a dar um Natal feliz para essas centenas de crianças do sertão.

Você pode ser um doador e fazer uma criança sorrir e ser feliz. Pelo menos por um momento.

Então, mãos à obra: Fundação Terra grita por ajuda.”

(Clique para conferir o depoimento completo

No caso da ACSC, algumas Casas já foram 100% acolhidas por outras unidades. É o caso de:

– NESC – Núcleo Educacional Santa Catarina – abraçada por Hospital Santa Catarina (SP) 

– Creche São José do Itamarati e Creche Santa Catarina – abraçadas pela Casa de Saúde São José (RJ)

– Lar Madre Regina – abraçado pelo AME Jardim dos Prados (SP)

– Creche Sagrada Família – abraçada por CRI Norte e PAI-ZN (SP)

– Casa da Criança Vila Mariana – AME Itapevi (SP) 

Como participar: 

1. Para fazer doações à Fundação Terra

Para ajudar esta entidade, estamos solicitando depósito em valor mínimo de R$ 50,00 (cinquenta reais) a ser creditado na conta da própria instituição. Com a quantia arrecadada, a entidade providenciará a compra dos itens para as crianças que serão beneficiadas.

  • Banco do Brasil / Agencia: 0068-X / Conta Corrente 17.967-1 /CNPJ 12.658.530/0001-00 / Favorecido: Fundação Terra

 2. Para as crianças da Creche Madre Regina (CE)

Em função dos altos custos com transporte, em lugar das sacolinhas, atenderemos as crianças através de deposito em conta corrente. Com o valor arrecadado a Casa providenciará a compra de um brinquedo, um calçado e uma roupa.  O depósito deve ser realizado em conta corrente no valor de R$ 100,00 (cem reais). Após o depósito, envie e-mail para gpcorporativa@acsc.org.br  (Gestão de Pessoas Corporativa) e ou compareça a Rua Cincinato Braga nº 144 – 6º Andar- SP com o comprovante para escolher a criança que irá presentear. Caso não seja possível, entre em contato pelos telefones 011 3016-2632 (Valeria) ou 011 3016-4291 (Rosangela).

  • Banco Itaú – Agência 1097 / Conta 09911-1 / CNPJ 60.922.168/0001-86

Importante:

– As contas bancárias receberão exclusivamente depósitos da ACSC e posteriormente divulgaremos os valores arrecadados.

– As doações serão recebidas de 14/11 a 08/12. 

Toda a ajuda é importante para fazer a diferença na vida de todas estas famílias. Abrace essa causa!

Natal é tempo de compartilhar amor e semear a esperança…

 

Confira mais informações abaixo.

 Contamos com vocês!

 Associação Congregação de Santa Catarina

 

___________________________________________________________

 

Perguntas Frequentes:

 1. Como faço para participar?

Se você trabalha em alguma Casa, procure a área de Gestão de Pessoas, que é responsável em retirar as sacolas na área Corporativa de Gestão de Pessoas (Rua Cincinato Braga nº 144 – Térreo – São Paulo – SP) e entregá-las aos colaboradores que aderirem ao Natal Solidário.

Quem atua no Hospital Santa Catarina ou Administração Corporativa, deve retirar sua sacola na área Corporativa de Gestão de Pessoas, de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h.

Em caso de dúvidas, entre em contato pelos telefones 11-3016-2634 (Natália) ou 11-3016-2666 (Letícia).

 

2. Como faço para entregar a sacola com os presentes?

Caso trabalhe em alguma Casa da ACSC, a entrega da sacola (agora recheada de presentes) deve acontecer na área de Gestão de Pessoas.

No caso de quem trabalha no Hospital Santa Catarina ou Administração Corporativa, essa entrega deve ser feita na Área Corporativa de Gestão de Pessoas (Rua Cincinato Braga nº 144 – Térreo – São Paulo – SP).

 

3. Quando devo entregar a sacola com os presentes?

As doações serão recebidas de 14/11 a 08/12.

 

4. Como eu vou saber o que dar de presente?

Para você acertar na escolha, confie no seu bom senso. De todo modo, cada sacola terá a identificação do presenteado com dados como: nome, idade, sexo e a relação dos itens a serem providenciados. Separamos algumas sugestões, confira.

– Conteúdo sugerido para presentear Idosos:

  • Pijama;
  • Calçado (tênis, sandália, sapato fechado, chinelo);
  • Kit Higiene (sabonete, escova e pasta de dente, shampoo, cotonete, perfume/creme de barbear/pente).

– Conteúdo sugerido para presentear Crianças: 

  • Roupa Completa:Calçado (tênis, sandália ou sapato fechado), não substituir por chinelo;
    • Meninas: blusa, saia, vestido, calcinha.
    • Meninos: short, calça, camiseta, cueca.
  • Brinquedo Novo (evite brinquedos que incentivem a violência);
  • Acessórios (enfeite de cabelo para meninas, boné para meninos);
  • Kit Higiene (sabonete, escova e pasta de dente, shampoo, cotonete, perfume, pente/escova de cabelo);
  • Kit Escolar (lápis de cor, caderno, estojo, livro para a faixa etária e outros).

 

5. Sou muito generoso(a), posso colocar algum item a mais na sacola?

Sugerimos que evite a inclusão de itens que não estão listados na sacola. Nossa preocupação é despertar sentimento de comparação entre as crianças, por isso o ideal é atendermos ao pedido da lista. É desnecessário causarmos qualquer desconforto para quem receberá os presentes, certo?

 

6. Tenho filhos na idade da criança que consta descrita na sacola que eu peguei e minha avó separou algumas roupas dela para eu doar, posso dar coisas usadas de presente?

Não. Pedimos que participe do Natal Solidário se estiver disposto a dar um presente novo. Lembre-se que tem alguém que tem grande expectativa em receber o seu carinho. Nesta época do ano acontecem muitas promoções, pesquise e aproveite as ofertas para economizar e presentear alguém com produtos bonitos, bons e de qualidade.

 

7. E se eu me esquecer de entregar a sacola dentro do prazo?

Tente dar prioridade à aquisição dos itens. É importante que você se comprometa a entregar a sacola, afinal tem alguém esperando ansiosamente pela surpresa.

 

8. Tenho um amigo ou um familiar que quer participar. Pode?

Claro! Toda contribuição será bem-vinda. Mas lembre-se, você é o responsável por retirar e entregar a sacola dentro do prazo, e, caso o seu amigo ou familiar deixe de compras os itens, você deverá se comprometer a fazer isto por ele, afinal haverá alguma criança ou idoso esperando pelo presente.

 

9. Como devo embrulhar os itens comprados?

Você pode embrulhar os presentes dentro da própria sacola. Que é grande o suficiente para abrigar os itens solicitados. E lembre-se que todo mundo gosta de abrir presentes com embalagens bonitas! Por isso, aproveite para fazer embrulhos coloridos e repletos de laços.

 

10. Quero muito conhecer a criança/idoso que estou presenteando. Posso acompanhar a entrega dos presentes?

Pode, sim. Mas antes converse com seu líder. Ele deve avaliar a possibilidade e disponibilidade para que você se ausente do trabalho. De toda forma, a sua presença é muito bem-vinda. As entregas acontecerão em datas diferentes, durante as celebrações de Natal das Casas contempladas, por isso se quiser participar destes momentos especiais, programe-se com antecedência.

Em cada sacola de presente existe um convite em que consta, além das informações da criança, a data da entrega na Casa contemplada. Mas lembre-se que seu presente deverá ser entregue na área Corporativa de Gestão de Pessoas (na Rua Cincinato Braga nº 144 – Térreo, São Paulo – SP) até o dia 08/12.

Caso você não consiga participar na data que está no convite, a Casa estará aberta para visitas, sendo necessário ligar para agendar.

 

11. Se eu optar por não pegar a sacolinha, mas fazer a doação em dinheiro, como funciona?

As doações em dinheiro serão destinadas a duas instituições de fora da cidade de São Paulo. Uma delas é a Creche Madre Regina, localizada em Fortaleza (CE), que é uma das Casas da ACSC voltadas ao atendimento de crianças. Além disso, a ACSC também está propondo que sejam feitas doações à Fundação Terra, uma entidade que atende à população em situação de pobreza do agreste pernambucano. Abaixo, seguem detalhes para a realização de doações para cada uma dessas entidades:

  • Doações à Fundação Terra (PE): Para ajudar esta entidade, deposite o valor mínimo de R$ 50,00 (cinquenta reais) a ser creditado na conta da própria instituição. Com a quantia arrecadada, a entidade providenciará a compra dos itens para as crianças que serão beneficiadas. *Dados bancários: Banco do Brasil / Agencia: 0068-X / Conta Corrente 17.967-1 /CNPJ 12.658.530/0001-00 / Favorecido: Fundação Terra
  • Doações para as crianças da Creche Madre Regina (CE): O depósito deve ser realizado em conta corrente no valor mínimo de R$ 50,00 (cinquenta reais). Após o depósito, envie e-mail para gpcorporativa@acsc.org.br  (Gestão de Pessoas Corporativa) e ou compareça a Rua Cincinato Braga nº 144 – 6º Andar- SP com o comprovante para escolher a criança que irá presentear. Caso não seja possível, entre em contato pelos telefones 011-3016-2632 (Valeria) ou 011-3016-4291 (Rosangela). *Dados bancários: Banco Itaú – Agência 1097 / Conta 09911-1 / CNPJ 60.922.168/0001-86.

 

12. Eu posso optar em fazer apenas uma das doações propostas, escolhendo entre as sacolinhas para o NESC ou as doações de dinheiro para a Fundação Terra ou Creche Madre Regina

Sim. Avalie as suas possibilidades. Se não puder fazer as doações para todas as instituições/Casas, escolha a opção que melhor se encaixar na sua realidade. Só não deixe de ajudar! O importante é integrar conosco esta grande missão solidária.

 

13. Caso eu faça a doação em dinheiro, posso declarar este valor no meu imposto de renda?

Neste caso, como a doação a ser feita será direcionada para ajudar uma criança ou idoso, e não diretamente nenhuma obra da ACSC, o valor não poderá ser declarado no Imposto de Renda.

 

Musical emocionante feito por idosos do Residencial Santa Catarina

Após tardes de encontros e ensaios com Carlos Tcharam, fundador do Grupo Violinos Tcharam, os residentes e colaboradores do Residencial Santa Catarina realizaram a apresentação do coral no salão principal do Hospital Santa Catarina.

Cheio de emoção, o grupo ficou extremamente contente em levar a mensagem e os votos de um Feliz Natal a todos os presentes.

Tarde musicais

Semanalmente, o músico Carlos Tcharam realiza tardes musicais com os idosos no Residencial Santa Catarina, uma das atividades mais requisitas e de maior audiência.

Hora de celebrar

Dezembro é um mês especial. É o momento de refletir sobre as metas que farão a diferença em nossas vidas no próximo ano. E porque não aproveitar este momento para comemorar as nossas conquistas? Foi isso que a nossa Administração Corporativa fez, com o patrocínio de uma série de fornecedores, nossos colaboradores puderam desfrutrar de uma bela festa de confraternização.

A celebração iniciou na oração da manhã, quando foi realizado o primeiro sorteio de brindes. Em clima animado, um ônibus balada, “walking party”, os levou da Cincinato Braga até o Bracia Parrila, restaurante localizado no bairro do Tatuapé, em São Paulo. Durante a viagem, alguns foram sorteados e receberam novos brindes ofertados pelos patrocinadores do festa.

Celebração das conquistas de 2013. Que venha 2014!

A confraternização, que foi realizado de noite, teve direito a um jantar muito gostoso, seguido de um divertido show de Rock.

20 de dezembro – Veja dez dicas para dominar a ansiedade de fim de ano

O que vem à sua cabeça quando escuta “fim de ano”? Para a maioria das pessoas, além de “Natal” e “Réveillon”, “correria” está no topo da lista. Nestas duas últimas semanas, é comum tentar fazer tudo o que não conseguiu em todos os outros meses. Somado a isso, há os inúmeros amigos secretos, confraternizações, compras, viagens… O resultado, além do estrago nas finanças (olha aí outra fonte de preocupação), é um sentimento constante de atraso e de falta de tempo. Com ele, o cansaço e, em alguns casos, a sensação de fracasso. Assim, está armado o gatilho que pode empurrar às alturas a ansiedade, uma mistura de angústia e preocupação com o que virá – nesse caso, mais 365 dias. Mas dominar esse sentimento antes que ele tire seu sono e seu humor é possível. Aqui embaixo, encontre formas de driblar a ansiedade para dar as boas vindas a 2014 de bem com a vida.

1. Entenda a situação.
A ansiedade é uma sensação normal e nem sempre ruim. Ela faz parte do instinto de proteção, pois dispara para deixar o cérebro mais ligado em situações de perigo ou estresse. No fim do ano, quando tem tanto acontecendo – prazos chegando ao fim, festas cheias de emoção, balanços etc – é normal ficar mais estressado e, logo, mais ansioso. “É importante ter consciência de que isso acontece, porque assim a pessoa se ‘vacina'”, diz o médico e psiquiatra Cyro Masci. Ou seja, tomando consciência do aumento da pressão, fica mais fácil entender que essa fase é passageira e, dessa forma, manter a calma.

2. Prepare-se: festas de família à vista.
Para boa parte das pessoas, os encontros com a família e amigos não são emocionantes e lindos como nos comerciais de TV. Geralmente, essas reuniões nos obrigam a (re)visitar emoções nem sempre fáceis, como a perda de alguém querido, e também a rever pessoas com quem não nos damos tão bem. “Muitas vezes, a existência desses sentimentos negativos gera ansiedade, por ameaçar a idealização de que o Natal deveria ser um momento de harmonia”, explica o psicólogo Artur Scarpato. “A pessoa fica ansiosa por não estar sentindo tudo aquilo que acha que deveria estar sentindo, o que acentua os sentimentos de inadequação – como se ela fosse culpada por não estar tão feliz”, completa. Então, aceite seus sentimentos – não há nada de errado em não estar no auge da alegria durante a troca de presentes ou na noite da virada. E evite criar expectativas grandes demais para as festas. Assim, você se abre ao que vier e pode até ser surpreendido positivamente.

3. Faça uma lista das coisas boas que passaram.
Culturalmente, nos educamos a fazer uma lista de metas ou desejos nessa época. Mas enumerar o que “falta fazer” pode gerar mais ansiedade – de certa forma, você está pensando no que ainda não tem ou não conseguiu. Tente fazer o exercício oposto. Dedique alguns minutos a pensar sobre as conquistas, os planos que deram certo e as surpresas boas de 2013. Depois, anote-as. Colocar no papel é importante, porque organiza o pensamento e não deixa a mente se focar nas experiências ruins. “Só o fato de reconhecer o que recebeu de bom vai aumentar o nível de felicidade”, diz Cyro Masci. “Assim, você tira o foco do negativo e ilumina o positivo”.

4. Pergunte-se por quê.
Não abre mão da lista de metas para o ano seguinte? Tudo bem. Mas busque fazer isso de maneira mais profunda. Entenda bem as suas metas. Um exemplo: você coloca na lista “ganhar mais dinheiro”. Qual a razão desse desejo? “Para viajar mais”. Por quê? “Para ampliar os horizontes.” Pronto, chegou ao ponto. Analise outras possibilidades. Será que fazer um novo curso não terá o mesmo efeito?  “É preciso entender o motivo por trás de cada desejo. Dessa forma, você vê o que é necessário mudar na sua vida de verdade”, diz Cyro. Sabendo bem o que quer, você diminui a própria inquietação, um dos alimentos da ansiedade.

5. Foco no presente.
Não só naqueles que vai colocar embaixo da árvore. Se pensar no que estar por vir deixa você preocupado, busque se concentrar no agora. Toda vez que estiver fazendo projeções, olhe em volta, pense somente no que quer realizar ou fazer neste momento, hoje. “Deixe o futuro para lá um pouco. Apesar de podermos fazer planos, nunca sabemos com certeza o que vai acontecer”, diz o terapeuta cognitivo-comportamental Bernard Pimentel Rangé, autor de “Vencendo o Pânico” (ed. Cognitiva). E acredite: tudo tende a dar certo. “As pessoas com esse tipo de preocupação sempre acham que algo ruim vai acontecer e que não saberão lidar com aquilo. Mas as coisas, em geral, funcionam”, diz Bernard.

6. É apenas uma data.
A vida não tem que mudar de repente porque estamos em um determinado dia. “É uma data como outra qualquer. Nós é que criamos essa ideia de que a partir daí tudo deve mudar”, diz o psicólogo Cyro Masci. “Poderíamos comemorar um reinício de vida a cada seis meses, por exemplo”, completa. Toda transformação é resultado de um processo. Ter isso em mente ajuda a tirar o peso do fim do ano e alivia a sensação de acúmulo de tarefas e a frustração por não ter cumprido todos os objetivos traçados antes. Eles ainda podem ser realizados.

7. Pare. Respire. Medite.
A pressa deixa a respiração acelerada, muitas vezes, sem nem percebermos. Quando se sentir tomado pela ansiedade, inspire e expire lentamente até se sentir mais calmo. Esse exercício oxigena o cérebro e, além de te desacelerar, também ajuda a pensar melhor. Na mesma linha, os especialistas recomendam a meditação, pois a prática fortalece a capacidade de regular emoções.

8. Faça o que gosta.
Sabe aquelas atividades que fazem você esquecer as urgências, os problemas, a vida? Se não sabe, hora de descobrir. Por exemplo: nadar, andar ou correr no parque, dançar, fazer algum tipo de artesanato… Não abra mão delas. Reserve um tempo toda semana para dedicar a um hobby ou ao lazer. “A vida tem ficado muito no universo profissional. As pessoas precisam lembrar que têm amigos, família e lazer”, alerta a médica homeopata Aurea Pascalicchio. E invista também nos mecanismos que ajudam a escapar daquilo que provoca a ansiedade, como o estresse. “São atitudes como mudar o horário de chegada no trabalho para pegar menos trânsito. Ou resolver um conflito que vem adiando”, diz Aurea.

9. Cuide da alimentação.
Reforce sua dieta com alimentos com triptofano, o aminoácido que ajuda na formação da serotonina, que é o neurotransmissor da sensação de relaxamento, inimigo do estresse. Alguns deles são: grãos, biscoitos e massas integrais, queijo, leite, castanha de caju, amêndoas, nozes, feijão, ervilha e frutas como banana, melancia, melão e abacate. Ah, e chocolate também! Especialmente aqueles do tipo meio amargo.

10. Faça o bem.
Ser generoso e se envolver com atividades voluntárias aumenta a satisfação pessoal e a autoestima. Isso deixa você mais feliz e, logo, alivia a ansiedade. Da mesma forma, faz muito bem abraçar quem você gosta. Uma pesquisa feita na University of Vienna, na Áustria, divulgada no início de 2013, mostrou que o abraço de uma pessoa querida provoca a liberação de oxitocina, o hormônio do amor, o que reduz o estresse, o medo e a ansiedade. “São coisas simples que fazem toda a diferença”, diz Aurea.

 

Fonte: http://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2013/12/16/10-dicas-para-dominar-a-ansiedade-de-fim-de-ano.htm

Natal Solidário

Tornar mais feliz o fim de ano de 910 crianças e 80 idosos atendidos pela Associação Congregação de Santa Catarina em todo Brasil. Este é o objetivo do Natal Solidário, uma iniciativa muito especial para a qual convidamos todos os nossos colaboradores!

A ação consiste em fazer uma grande surpresa para essas centenas de pessoas, entregando a elas presentes de Natal ofertados pela nossa ampla rede de colaboradores.

E então? Que tal compartilhar o seu carinho com as crianças e idosos atendidos pela ACSC? Descubra quais localidades serão beneficiadas no Brasil inteiro.

Como participar

• Gestão de Pessoas das Casas de São Paulo/colaboradores – Retire sua sacola na área Corporativa de Gestão de Pessoas, de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h (Rua Cincinato Braga nº 144 – Térreo). Em caso de dúvidas, entre em contato pelos telefones 3016-2634 (Natália) ou 3016-2666 (Letícia).

• Cada sacola trará a identificação do presenteado com dados como: nome, idade, sexo e a relação dos itens a serem providenciados que deverão ser entregues até 10/12/2013 na área Corporativa de Gestão de Pessoas.

Participe! Se cada um de nós aderirmos, chegaremos à meta de 990 presenteados e faremos a diferença na vida de muitas pessoas!

Saiba mais, abaixo, em Perguntas Frequentes.

Contamos com vocês!

José Luiz Bichuetti                Elizabeth Cerqueira Leonetti

Superintendente                    Gestão de Pessoas

 

 

_______________________________________________________________________________________________________

Perguntas Frequentes:

1.       Como faço para participar?

Se você trabalha em alguma Casa, procure a área de Gestão de Pessoas, que é responsável em retirar as sacolas na área Corporativa de Gestão de Pessoas, na Rua Cincinato Braga nº 144 – Térreo, São Paulo – SP, e entregá-las aos colaboradores que aderirem ao Natal Solidário.

Caso você trabalhe no Hospital Santa Catarina ou Administração Corporativa retire sua sacola na área Corporativa de Gestão de Pessoas, de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h.

Em caso de dúvidas, entre em contato pelos telefones 3016-2634 (Natália) ou 3016-2666 (Letícia).

 

2.       Como faço para entregar a sacola com os presentes?

Caso trabalhe em alguma Casa da ACSC a entrega da sacola (agora recheada de presentes) deve acontecer na área de Gestão de Pessoas.

Se você trabalha no Hospital Santa Catarina ou Administração Corporativa, essa entrega deve ser feita na área Corporativa de Gestão de Pessoas (na Rua Cincinato Braga nº 144 – Térreo, São Paulo – SP).

 

3.       Quando devo entregar a sacola com os presentes?

Os presentes devem ser entregues até o dia 10/12.

 

4.       Como eu vou saber o que dar de presente?

Para você acertar na escolha, confie no seu bom senso. De todo modo, cada sacola terá a identificação do presenteado com dados como: nome, idade, sexo e a relação dos itens a serem providenciados. Separamos algumas sugestões, confira.

Conteúdo sugerido para presentear Idosos:

  • Pijama;
  • Calçado (tênis, sandália, sapato fechado, chinelo);
  • Kit Higiene (sabonete, escova e pasta de dente, shampoo, cotonete, perfume/creme de barbear/pente).

Conteúdo sugerido para presentear as Crianças:

  • Roupa Completa:Calçado (tênis, sandália ou sapato fechado), não substituir por chinelo;
    • Meninas: blusa, saia, vestido, calcinha.
    • Meninos: short, calça, camiseta, cueca.
  • Brinquedo Novo (evite brinquedos que incentivem a violência);
  • Acessórios (enfeite de cabelo para meninas, boné para meninos);
  • Kit Higiene (sabonete, escova e pasta de dente, shampoo, cotonete, perfume, pente/escova de cabelo);
  • Kit Escolar (lápis de cor, caderno, estojo, livro para a faixa etária e outros).

 

5.       Sou muito generoso (a), posso colocar algum item a mais na sacola?

Sugerimos que evite a inclusão de itens que não estão listados na sacola. Nossa preocupação é despertar sentimento de comparação entre as crianças, por isso o ideal é atendermos ao pedido da lista. É desnecessário causarmos qualquer desconforto para quem receberá os presentes, certo?

 

6.       Tenho filhos na idade da criança que consta descrita na sacola que eu peguei e minha avó separou algumas roupas dela para eu doar, posso dar coisas usadas de presente?

Não. Pedimos que participe do Natal Solidário se estiver disposto a dar um presente novo. Lembre-se que tem alguém que tem grande expectativa em receber o seu carinho. Nesta época do ano acontecem muitas promoções, pesquise e aproveite as ofertas para economizar e presentear alguém com produtos bonitos, bons e de qualidade.

 

7.       E se eu me esquecer de entregar a sacola dentro do prazo?

Tente dar prioridade a aquisição dos itens. É importante que você se comprometa a entregar a sacola, afinal tem alguém esperando ansiosamente pela surpresa.

 

8.       Tenho um amigo ou um familiar que quer participar. Pode?

Claro. Toda contribuição será bem-vinda. Mas lembre-se, você é o responsável por retirar e entregar a sacola dentro do prazo, e, se o seu amigo ou familiar deixar de compras os itens você se comprometerá a fazer isto por ele, afinal há alguma criança ou idoso esperando pelo presente.

 

9.       Como devo embrulhar os itens comprados?

Você pode embrulhar os presentes e colocá-los dentro da própria sacola, que é grande o suficiente para abrigar os itens solicitados. E lembre-se que todo mundo gosta de abrir presentes com embalagens bonitas! Por isso, aproveite para fazer embrulhos coloridos e repleto de laços.

 

10.   Quero muito conhecer a criança/idoso que estou presenteando. Posso acompanhar a entrega dos presentes?

Pode, sim. Mas antes converse com seu líder. Ele deve avaliar a possibilidade e disponibilidade para que você se ausente do trabalho. De toda forma, a sua presença é muito bem-vinda.

As entregas acontecerão em datas diferentes, durante as celebrações de Natal das Casas contempladas, por isso se quiser participar destes momentos especiais, programe-se com antecedência.

Em cada sacola de presente existe um convite que consta além das informações da criança a data da entrega da mesma na Casa contemplada. Mas lembre-se que seu presente deverá ser entregue na área Corporativa de Gestão de Pessoas (na Rua Cincinato Braga nº 144 – Térreo, São Paulo – SP) até o dia 10/12.

Caso você não consiga participar na data que está no convite, a Casa estará aberta para visitas, sendo necessário ligar para agendar.