AME Itapevi realiza Palestra de Humanização

Dando continuidade à parceria do Projeto AME Sociedade – Informar para Inovar, com o Colégio Municipal Governador André Franco Montoro, em junho foi ministrado por Mirian Medeiros, psicóloga e analista de Recursos Humanos, uma palestra sobre “Cidadania e Família”, cujo objetivo foi proporcionar aos jovens uma reflexão sobre o tema. Estiveram presentes 35 adolescentes com idade entre 13 e 15 anos que cursam o 9° ano do Ensino Fundamental.

A palestrante iniciou a apresentação com a exibição de um vídeo que mostrava várias ações de cidadania para que os jovens pudessem associar a atitude política às necessidades específicas de uma sociedade e a criação de políticas públicas essenciais para o seu desenvolvimento. Nesta apresentação, Mirian demonstrou por meio de imagens a responsabilidade que cada sujeito possui na garantia de direitos para toda a sociedade. Foram abordados direitos e deveres dos cidadãos e a importância fundamental da família enquanto instituição que auxilia a cumprir o papel do cidadão. Um painel foi montado onde os adolescentes puderam escrever qual o significado de cidadania e família. Nesta dinâmica, os jovens puderam interagir uns com os outros, dialogar sobre os conceitos de cidadania e família meditar sobre eles. Ao final, houve sorteio de brindes.

HEC é destaque em Congresso

Nos dias 31 de março e 01 de abril, a Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), em conjunto com o Hospital das Clínicas organizaram o Congresso Internacional de Humanidades e Humanização em Saúde. O evento foi realizado no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo, e apresentou como tema:  “Dimensões do Humano no Ensino e nas Práticas de Saúde.

O Hospital Estadual Central (HEC) apresentou, no Congresso, o projeto “Acompanhando o Acompanhante”, que é uma importante ação interna. Esta é uma iniciativa que visa contribuir com a rotina de acompanhantes e familiares dos pacientes prestando atendimento psíquico, social e orientando os mesmos quanto aos cuidados com os pacientes, bem como seus direitos e deveres no âmbito hospitalar, reduzindo conflitos entre família, usuário e instituição, ajudando a melhorar sua permanência durante o período de internação.

O projeto acontece no auditório do hospital as terças e quintas-feiras promovendo palestras e oficinas sobre temas diversos, criando espaço de conversa para acolher as dúvidas, dificuldades e sofrimentos.

Entre mais de mil inscrições, o trabalho apresentado pela equipe do HEC, foi escolhido para ficar exposto com outros trinta projetos nos estandes do evento e foi selecionado para apresentação oral,  figurando entre os cinco trabalhos explanados no auditório principal do evento. O hospital foi representado por Karina Albino N. Araujo, coordenadora do serviço social e Lorena Massi Nunes, psicóloga clínica.

“Participar de um evento de relevância como esse é de suma importância. Tendo em vista que estamos no processo de desenvolvimento e construção de humanização voltada para pacientes e acompanhantes, e a sensibilização dos voluntários frente a esse processo, é o reconhecimento de um projeto desenvolvido em equipe desde 2010 e que cresceu durante esses anos de construção de trabalho plantado na ética. Lembrando que esse trabalho foi desenvolvido em conjunto entre o Serviço Social, Psicologia, Serviço de Atendimento ao Usuário, Fonoaudiologia e a Enfermagem”, comentou Karina.