Casas da ACSC se destacam no Prêmio Amigo do Meio Ambiente

Todos os anos, no mês de setembro, é realizado o Seminário dos Hospitais Saudáveis, que visa a discussão e atualização das melhores práticas de Responsabilidade Ambiental na área da Saúde. Na ocasião, ocorre a entrega do Prêmio Amigo do Meio Ambiente (AMA), que foi criado pela Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo (SES SP), com apoio técnico do Centro de Vigilância Sanitária, e tem como objetivo estimular iniciativas sustentáveis no âmbito do SUS em todo o Brasil. Na edição deste ano da premiação, dois trabalhos inscritos pela Associação Congregação de Santa Catarina (ACSC), de autoria do Hospital Santa Teresa (RJ) e do Hospital Estadual Central (ES), foram premiados na Categoria “Destaque”, ficando entre os 15 melhores de 93 inscritos. A ACSC ainda recebeu cinco “menções honrosas” referente aos trabalhos de autoria das Casas AME Itapevi (SP), Hospital Regional de Cáceres (MT), OS-Santa Catarina (SP) e Administração Corporativa.

“A ACSC tem trabalhado em conjunto com suas Casas alinhando esforços para a Sustentabilidade e ter esses trabalhos reconhecidos nos desafia e encoraja a lembrar que temos a obrigação de promover ações para o bem da Casa Comum (Planeta Terra). A consciência ambiental não pode ser imposta, mas construídas com atitudes simples e duradouras”, afirma o diretor corporativo de Filantropia, Antônio Azevedo. Segundo o especialista corporativo de Responsabilidade Ambiental, Francisco Silvério Neves, todas as Casas da ACSC realizam ações voltadas ao meio ambiente. “É gratificante perceber o comprometimento e perceber que estamos lançando as sementes para a melhoria de nossos processos de trabalho”, diz.

Outra boa notícia é que, no mês de setembro, a ACSC recebeu o reconhecimento pelo compromisso assumido com a Rede Global Hospitais Verdes e Saudáveis na Categoria Sistema de Saúde, que tem como objetivo oferecer apoio a iniciativas em todo o mundo, visando promover maior sustentabilidade e saúde ambiental no setor saúde, fortalecendo assim os sistemas de saúde em nível mundial, passando a ser membro do Projeto Hospitais Saudáveis e Agenda Global para Hospitais Verdes e Saudáveis (AGHVS).

Esta rede foi criada em outubro de 2011, com o apoio de diversas organizações que representam mais de 3.500 hospitais nos seis continentes, e tem como objetivo promover a saúde pública e ambiental, assim como a redução dos danos ambientais na assistência à saúde.

Trata-se de uma iniciativa baseada no comprometimento dos estabelecimentos de saúde com, pelo menos, dois objetivos de um conjunto de 10. São eles:

LIDERANÇA: priorizar a Saúde Ambiental;
SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS: substituir Substâncias Perigosas por Alternativas mais Seguras;
RESÍDUOS: reduzir, tratar e dispor de forma segura os resíduos de Serviços de Saúde;
ENERGIA: implementar eficiência energética e geração de energia limpa renovável;
ÁGUA: reduzir o consumo de água e fornecer água potável;
TRANSPORTE: melhorar as estratégias de transporte para pacientes e funcionários;
ALIMENTOS: comprar e oferecer alimentos saudáveis e cultivados de forma sustentável;
PRODUTOS FARMACÊUTICOS: prescrição apropriada, administração segura e destinação correta;
EDIFÍCIOS: apoiar projetos e construções de Hospitais Verdes e Saudáveis;
COMPRAS: comprar produtos e materiais mais seguros e sustentáveis inter-relacionados e integrados, abordando as principais áreas de atuação para melhoria do desempenho ambiental e maior sustentabilidade no setor saúde.

Saiba mais sobre os trabalhos da ACSC que receberam o Prêmio Amigo do Meio Ambiente:

  • Premiados na Categoria Destaque:

Hospital Santa Teresa

Projeto “Reutilização de Mantas SMS em Projeto Social”

Descritivo – Reutilização das mantas de SMS, sem riscos de contaminação, no uso do projeto Curso de Costura Básica Industrial, realizado no Colégio Santa Catarina na cidade de Petrópolis.

Hospital Estadual Central Dr. Benício Tavares Pereira

Projeto “Cuidando da nossa Casa: ações de Sustentabilidade de um Hospital Público do Estado do Espírito Santo”

Descritivo – Promoção de práticas sustentáveis no HEC, tais como: a redução do consumo de energia elétrica, água e alimentos; o descarte correto dos resíduos; geração de alternativas sustentáveis de reaproveitamento de materiais; e educação ambiental do público interno e usuários para a promoção de uma cultura de responsabilidade com meio ambiente.

  • Menção Honrosa pela participação:

Administração Corporativa

Projeto “Amigo Sustentável”

Descritivo: Conscientização ambiental e redução do consumo de copos descartáveis por meio da troca de canecas não descartáveis para o consumo de líquidos nas Casas da ACSC e Administração Corporativa, despertando a interação, relacionamento e comprometimento dos participantes.

AME Itapevi

Projeto “Redução de consumo de copos: ferramentas para diminuição do consumo; práticas sustentáveis”

Descrição: Redução no consumo de copos plásticos por parte dos colaboradores do ambulatório através da substituição por canecas e squeezes, redução da geração de resíduos descartados de forma inadequada, mediante a divulgação de material educativo; diminuição do custo destinado à aquisição deste item como consequência da redução do consumo de copos descartáveis, por meio do estimulo e sensibilização dos colaboradores para consciência ambiental. Sendo apresentado também pelo AME Itapevi, um banner com o tema Água: reduzindo o consumo, através da conscientização sobre o uso do recurso. Ferramentas para a mudança de conceito sobre o uso da água.

Hospital Regional de Cáceres Dr. Antônio Fontes

Projeto “Custos Gerenciamento de Resíduos”

Descritivo: Estudo do impacto financeiro e ambiental na prática de segregação, transporte e destino final dos resíduos biológicos do HRC de forma adequada, respeitando as Normas da Vigilância Sanitária.

OS-Santa Catarina

Projeto “Meio ambiente e saúde mental: parceiros na caminhada”

Descritivo: Reinserir socialmente os usuários do CAPS Adulto Cidade Ademar por meio de projetos que consolidem as relações entre meio ambiente e saúde, apoiados em uma metodologia de construção participativa e que incorpore a saúde mental através da prática da horta terapia e da geração de renda como premissas metodológicas, com foco na qualidade de vida e na (re) integração junto à família e à comunidade.

Casas de Saúde participarão de treinamento itinerante sobre ventilação mecânica

Os Hospitais São José e Santa Teresa, na região serrana do RJ, e os Hospitais São Luiz e Regional de Cáceres, localizados em Mato Grosso, entrarão na rota do “Dräger Truck”, um projeto itinerante de educação continuada, que visa treinar profissionais assistenciais em ventilação mecânica e terapia intensiva.

Idealizado pela Dräger, fabricante mundial de equipamentos hospitalares, os treinamentos são realizados em um caminhão totalmente customizado, que tem por meta percorrer 18 mil quilômetros, passando por cinco regiões brasileiras. Com 45 m² de área útil, o caminhão dispõe de um moderno showroom e uma sala de treinamento equipada com recursos audiovisuais, capaz de acomodar até 30 pessoas. Neste ambiente, médicos intensivistas, fisioterapeutas, enfermeiros e engenheiros clínicos discutem situações rotineiras em sua prática clínica e aprendem a contorná-las utilizando ventiladores mecânicos.

O treinamento da Dräger na ACSC é uma iniciativa da área de Logística Corporativa em conjunto com os hospitais, que buscam nas negociações oportunidades que ultrapassam as tratativas comerciais, com o objetivo de atingir os usuários e pacientes de toda ACSC. Foram incluídas na programação as Casas de Saúde que estão localizadas na rota traçada pela Dräger. O conteúdo dos treinamentos abordará fisiologia respiratória, ventilação mecânica básica, ferramentas para melhorar a sincronia entre paciente-ventilador, ventilação não invasiva, ferramentas avançadas e prática nos equipamentos. Os colaboradores do Rio de Janeiro participarão dos treinamentos no final de setembro. O caminhão chegará ao Mato Grosso em novembro.

I Fórum de Urgência e Emergência no Hospital Regional de Cáceres

Foi realizado, no fim de agosto, o I Fórum de Urgência e Emergência das Regiões Oeste e Sudoeste do Mato Grosso. O evento aconteceu no Hospital Regional de Cáceres Drº Antônio Fontes (MT), por meio do Núcleo de Pesquisa e Extensão e contou com a parceria da Secretaria de Estado de Saúde (SES).

A iniciativa de realizar este fórum surgiu após várias discussões a respeito da superlotação no setor de trauma e emergência do HRCAF. A superlotação das unidades hospitalares de Urgência e Emergência se constitui em um desafio multidimensional que deve ser pensado a partir de várias visões. Além da discussão central, o evento também teve como objetivo propor medidas de enfrentamento por meio dos diversos atores envolvidos no processo.

Pela primeira vez foi possível reunir no evento todos os secretários de Saúde de todos os municípios das regiões participantes, além dos convidados e, nos dois dias, foi possível observar, a partir dos grupos formados para discussões, a importância do evento, sendo um primeiro passo para a reflexão da problemática da superlotação na região.

Nas propostas apresentadas pelos grupos foram sugeridos o fortalecimento e ampliação da atenção básica dos municípios, estruturação de microregiões de referência, proposta de uma Regulação Estadual presencial na Regional de Cáceres e Pontes e Lacerda, com adesão a protocolos clínicos de encaminhamento e referência. A síntese das propostas será submetida à apreciação da Comissão Intergestora Regional (CIR) de Cáceres e de Pontes e Lacerda e, logo após, será encaminhada para a apreciação da Comissão Intergestora Bipartite (CIB) para posterior envio ao Secretário Estadual de Saúde do Estado de Mato Grosso.

Adoração ao Santíssimo no HRC

No início de março, foi realizado o primeiro momento de Adoração ao Santíssimo Sacramento a todos os colaboradores e Voluntários do Hospital Regional de Cáceres (MT) com o tema: Reconstruir e Restaurar as muralhas através da vivência das práticas espirituais.

Foi um momento de grande reflexão sobre a missão espiritual de cada um e sobre o cenário atual do país. A partir deste exercício, foi possível perceber que a cada dia as pessoas passam por dificuldades que, na maioria das vezes têm ligação com a espiritualidade. Foi com esse intuito que a Pastoral da Saúde propôs a todos os colaboradores e voluntários esse momento de reflexão profunda, propondo uma aproximação maior de Deus, para pedir as graças desejadas e agradecer pelos milagres concedidos.

Reconhecimentos

Recentemente, duas de nossas Casas foram homenageadas pelo excelente serviço que têm prestado nas comunidades em que atuam. O AME – Ambulatório Médico Especialidades de Itapevi recebeu uma Moção de Aplauso da Câmara Municipal de Itapevi. Já a Câmara de Vereadores de Cáceres realizou a entrega de títulos de Cidadão Cacerense para a Irmã Lia Gregorine, presidente do Conselho de Administração da ACSC e para Idelvan Ferreira Macedo, diretor executivo do Hospital Regional de Cáceres. Parabéns pelo reconhecimento e por darem continuidade ao legado de Madre Regina Protmann.

Moção Honrosa recebida pelo AME Itapevi

Além disso, durante o 2º Congresso Municipal de Envelhecimento Ativo, o CRI Norte recebeu o prêmio de melhor experiência exitosa com a apresentação do projeto CRI@tivo.com: Inclusão digital como uma proposta de educação continuada para idosos, de autoria dos colaboradores Diego Miguel e Lissa Lansky2.

Reconhecimento do CRI Norte

Os reconhecimentos não ficam por aqui, o diretor executivo do Hospital Santa Teresa, Vinícius Tadeu de Oliveira, foi convidado para participar da importante Comunidade de Gestão da Estratégia (CGE), grupo de empresas como: Petrobrás, BNDES, Cemig, AES Eletropaulo, CPFL e muitas outras, que se reúne para discutir e trocar experiências, bimestralmente, sobre o tema estratégia.