Eventos Creche Madre Regina

Maio é um mês com lindas comemorações: mês das mães, de Maria e de Nossa Senhora. Sendo assim, a  Creche Madre Regina não poderia deixar de prestar suas homenagens.

Hoje na composição familiar existe uma sequência de diversificações da figura da mãe. Diante desse quadro, a Creche procura desenvolver com as crianças um projeto sobre MÃE, que intensifique a importância desta pessoa na formação do ser humano. Logo no início de maio, as atividades foram articuladas entre a escola e a família, mais precisamente para as mães.  Foram desenvolvidas várias ações com os objetivos propostos nos projetos da Creche:

– Atividades realizadas através de imagens e pinturas de objetos e situações que se referissem à mãe;

– Confecção de cartões com mensagens para a mamãe;

– Montagem de uma boneca representativa da mãe;

– Colagem (recortes e colagem de figuras de revistas);

– Festa comemorativa oferecida às mães com dinâmicas variadas;

O Projeto foi finalizado com uma homenagem para as queridas mães.  Um convite foi enviado para que a mães chegassem com as crianças e, na entrada, cada uma recebeu de seu filho um moranguinho que ao abrir se transformava em uma linda bolsa. Em seguida, se dirigiam ao refeitório, onde foi servido um delicioso café da manhã. Também ocorreram sorteios, onde cada mãe sorteada pagava uma prenda e ganhava um presente, foi um momento muito animado. Ao final, foi sorteada uma cesta básica. Quem acompanhou a comemoração pôde ver nos olhos a emoção de cada mãe homenageada ao participar de um momento tão agraciado.

Momento Mariano

Na segunda quinzena, foi realizado um Momento Mariano com as crianças. Uma das colaboradoras da Creche, a A.D.I Alexsandra, se caracterizou de nossa Senhora, entrou na capela com um fundo musical e as crianças silenciosas em comunhão e devoção a Maria rezavam e cantavam. Foi um momento cheio de emoção, pois as crianças achavam realmente que ali estava a Mãe do nosso amado Jesus, ela caminhou pela capela entre as crianças e cada uma tinha prazer em tocá-la. O Momento foi finalizado com a coroação de Nossa Senhora. São estes momentos que vivenciados na Creche Madre Regina que fortalecem  e fazem toda diferença para os colaboradores.

Coroação de Nossa Senhora

Confraternização no PAI-ZN

Com o objetivo de humanizar o atendimento e proporcionar um ambiente mais acolhedor, a equipe de enfermagem da unidade de internação do PAI-ZN realizou uma confraternização em forma de piquenique com sucos, bolos e chocolates para celebrar a páscoa e amenizar o difícil período de internação para os pacientes.

Nesse evento,  a participação dos familiares foi incentivada, já que a presença deles é essencial para manter o vínculo familiar que motiva os pacientes ajudando-os na recuperação.

A importância do trabalho voluntário em uma Internação

A ideia surgiu de um antigo colaborador do Polo de Atenção Intensiva em Saúde Mental da Zona Norte (PAI-ZN), Henrique Batista, que, apesar de não estar mais trabalhando no hospital, recorda-se com carinho do tempo em que pôde ter contato e aprender com os pacientes. Aprendeu, por exemplo, a importância de se pensar em ações que pudessem contribuir para minimizar os “efeitos colaterais” que uma internação pode causar.

Estar internado significa, na maioria das vezes, estar isolado da família e amigos, significa estar em um ambiente estranho, com regras e uma rotina que, muitas vezes, não são aquelas que se está habituado. Significa estar privado, mesmo que temporariamente e por uma boa causa (o tratamento), de sua liberdade e privacidade, sem tirar, é claro, as dificuldades relacionadas ao próprio adoecimento.

O Grupo de “Cuidados Pessoais”, formado pelos voluntários: Alice, Amanda, Cleide, Gustavo, Rafaele e Kaue, profissionais que atuam no Salão de Beleza Divas Ebenezer, na região norte de São Paulo, resolveu doar parte do seu tempo para tentar minimizar as dificuldades desse momento.  Elas fazem escova, mão, pé, penteados e corte, nos pacientes. A sala do hospital se transforma em um verdadeiro salão de beleza!

Uma das pacientes diz que se sente muito feliz quando pode participar do grupo pois se considera uma pessoa vaidosa e, às vezes, estando no hospital, esquece de se cuidar. Ela completa: “eu me sinto mais bonita e, por isso, fico mais feliz”.

Mas, sem dúvida, não apenas os pacientes saem felizes, pois os próprios voluntários sentem-se recompensadas com o grupo.

Valorização da família no contexto escolar

Em sua terceira edição, o Colégio Santa Catarina de Petrolina de Goiás desenvolveu a Semana da Família, que acontece para integrar o aluno e a família à escola. Com o objetivo de festejar os Dias das Mães, dos Pais, das Crianças e dos Estudantes, o evento traz um ciclo de palestras que aborda reflexões e conscientização sobre o papel da família no contexto escolar (e o inverso também).

Durante a semana foram trabalhadas as seguintes temáticas: políticas públicas que valorizam a família, família geradora de uma sociedade nova, família como rede de solidariedade, entre outras.

Mais do que a presença dos pais nesse evento, o Colégio também contou com a participação dos alunos.

A Semana da Família reuniu mais de mil pessoas. Competições, brincadeiras, bingos, apresentações folclóricas e almoço de confraternização também foram feitos. Apesar de ter ocorrido dentro da estrutura do Colégio, o evento foi realizado com doações da comunidade e da própria equipe escolar.

Todo o conteúdo e as dinâmicas realizadas nessa ocasião buscaram mostrar que é possível viver em família no século XXI, focando a tríade família, pessoa e sociedade.

Como resultado, o Colégio identificou que houve maior integração da equipe escolar, promoveu a confiança da família no trabalho desenvolvido pela instituição e obteve ganhos de aprendizagem sobre as culturas brasileira e regional goiana. O trabalho desenvolvido, resgatando os folclores nacional e regional, permitiuum ganho cultural para todos os envolvidos no projeto.