Psicóloga do Lar Madre Regina é eleita no Conselho do Idoso

O Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa, da Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social, realizou a cerimônia de posse dos conselheiros eleitos para o biênio 2014-2016 no dia 11 de março , às 9 horas, no Paço Municipal de Guarulhos.

Criado pela Lei Municipal n° 5922, de 29 de julho de 2003, o Conselho é um órgão autônomo, permanente, de caráter normativo e deliberativo e tem por objetivo propor, deliberar, encaminhar e fiscalizar a implantação de políticas e programas ao idoso, garantindo o pleno exercício de sua cidadania. O Conselho também tem a missão de estabelecer normas e fiscalizar o funcionamento de casas de repouso, asilos e afins, que prestam serviço à população idosa.

Entre os conselheiros eleitos, em Instituição de Atendimento, está a psicóloga Silvana Aparecida Cava Lacerenza, da Associação Congregação de Santa Catarina – Lar Madre Regina,  eleita em 2º lugar. A disputa era de 03 vagas para 07 candidatos.

Troféu Mulher Cidadã 2014

A diretora geral do Colégio Santa Catarina-JF, Irmã Ernestina Simões Lemos,  foi agraciada com o Troféu Mulher Cidadã 2014. O título, concedido pela Prefeitura de Juiz de Fora, busca premiar  as mulheres que tenham prestado relevantes serviços ao município em diversas áreas de atuação social. A entrega ocorre sempre em março, mês dedicado às conquistas e lutas pelos direitos da mulher.

Irmã Ernestina foi uma das quinze homenageadas no evento, realizado no Centro de Formação do Professor, no Centro de Juiz de Fora. As homenageadas receberam o Troféu das mãos do prefeito Bruno Siqueira. “Hoje é um dia muito especial para Juiz de Fora, ao homenagearmos pessoas que tanto contribuem para o desenvolvimento do nosso município. Elas nos dão força para que possamos fazer a nossa cidade cada dia melhor. Cada uma delas – trabalhando na saúde, na educação, nos seus setores específicos – desempenha um papel fundamental no cotidiano do nosso município”, destacou o chefe do Executivo.

Irmã Ernestina ficou bastante emocionada com a premiação, mas fez questão de compartilhar os méritos da homenagem. “Eu estou representando várias mulheres queridas e guerreiras que me ajudam no trabalho diário de educar, seja no Colégio, na Creche Monteiro Lobato, na Obra Social Santa Catarina ou no Ambulatório da Glória. Sem elas isso nada disso seria possível. Esse troféu é de todas vocês”, afirmou.

A indicação das mulheres agraciadas com o Troféu Mulher Cidadã é realizada por um conselho presidido pela Secretaria de Governo e composto por representantes das secretarias de Educação, Desenvolvimento Social e Comunicação Social, Funalfa, Câmara Municipal, Universidade Federal de Juiz de Fora, Conselho Municipal dos Direitos da Mulher e Associação Comercial e Empresarial de Juiz de Fora. O troféu foi instituído pela Lei Municipal número 11.652, de 14 de agosto de 2008, modificada pela Lei Municipal número 12.236, de 4 de fevereiro de 2011.