AME Itapevi oferece palestra sobre automedicação

O grupo de Humanização do AME Itapevi (SP) realizou a 3ª palestra de seu calendário de 2015 com o tema “Automedicação como risco de dependência química”, ministrada pela farmacêutica Kelly de Souza Freitas para cerca de 40 adolescentes da escola André Franco Montoro. A palestra teve como finalidade atentar e orientar os participantes sobre o uso de medicamentos sem prescrição médica, quando o próprio paciente decide se medicar sem orientação médica e/ou farmacêutica.

Segundo Kelly, a prescrição/orientação de medicamentos por pessoas não habilitadas, como amigos, familiares ou balconistas de farmácia é um exercício ilegal da medicina. Ela também alertou sobre os riscos que podem ser causados com o uso desses medicamentos, tais como: reações alérgicas, diarreia, tonturas, enjoos, potencialização de efeitos colaterais, dependências, entre outros, além de abordar os medicamentos que causam intoxicação humana. Ao final da palestra, Kelly enfatizou que para fazer o uso correto de medicamentos deve-se procurar um médico e/ou farmacêutico independente dos sintomas que pessoa está sentindo.