HTO Dona Lindu Paciente 500

Mutirão de cirurgias ortopédicas do HTO Dona Lindu ultrapassa a marca de 500 pacientes

Após superar, em abril deste ano, a marca de 17 mil procedimentos cirúrgicos realizados, o Hospital Estadual de Traumatologia e Ortopedia Dona Lindu (RJ) atingiu mais uma importante estatística em 2015. Na última edição do mutirão de cirurgias, que beneficiou mais 30 pacientes que precisavam de operação para as especialidades de ombro, quadril e joelho, o HTO Dona Lindu ultrapassou a marca de 500 pacientes de várias cidades do Rio de Janeiro atendidos pelos mutirões, que acontecem desde julho de 2012.

Sônia Ângela Machado, de 54 anos, faz aniversário em julho e ganhou um presente antecipado inesquecível neste ano. Paciente de número 500 da história dos mutirões, ela passou pela cirurgia após mais de um ano de espera. A moradora de Barra Mansa sofre com artrite e artrose no joelho direito há cerca de oito anos e as dores são constantes em quase todas as atividades: “Sou dona de casa e trabalho quase o dia inteiro. Às vezes fico umas nove horas em pé e sinto muitas dores no joelho. Até uma atividade como a caminhada, que eu gosto muito, me traz dor. Estou muito emocionada. Minha expectativa é que as dores finalmente acabem. Me sinto muito feliz em participar do mutirão e de ser a paciente 500. Este, com certeza, foi um grande presente de aniversário que ganhei antecipadamente”, disse.

Segundo a diretora executiva do HTO Dona Lindu, Patricia de Toledo, o objetivo dos mutirões é otimizar a realização de procedimentos ortopédicos, reduzindo o tempo de espera dos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Todos os participantes do mutirão seguiram o fluxo de cirurgias eletivas do SUS no estado e os 30 pacientes desta edição estavam aguardando há pelo menos um ano. Para a diretora, a marca de mais de 500 pacientes beneficiados é muito relevante, e mostra como esta ação é bem sucedida.

“O mutirão cirúrgico permite a diminuição da espera dos pacientes por cirurgias ortopédicas no Sistema Único de Saúde (SUS), trazendo alívio a estas pessoas que sentem dores diariamente. Passar da marca de 500 pacientes atendidos nestas ações é muito importante e nos dá muito orgulho de fazer parte de um trabalho que fortalece o nosso compromisso com eficiência e qualidade do serviço de saúde pública. Para o paciente que espera há muito tempo a oportunidade da cirurgia é a chance de mudar a sua vida”, disse.

Ainda segundo a direção do HTODL, todas as cirurgias do HTODL seguem o Protocolo de Cirurgia Segura, de acordo com a Organização Mundial de Saúde, além de oferecer estrutura moderna, com aparelhagem avançada e equipe de apoio especializada, o que garante a segurança de todos que operam no hospital.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *