AME Itapevi apresenta resultados a municípios vizinhos

Em junho, o AME Itapevi (SP) promoveu o Workshop com os Municípios da Rota dos Bandeirantes e contou com a presença dos representantes das regulações dos municípios de Barueri, Carapicuíba, Cotia, Itapevi, Santana do Parnaíba e Vargem Grande Paulista.

O encontro teve a finalidade de apresentar os resultados do trabalho que vem sendo realizado pelo AME Itapevi junto a estes municípios para um melhor aproveitamento das vagas disponibilizadas para a rede e consequentemente uma melhor utilização dos recursos públicos.

A gerente médica, Dra. Cristina Alonso Lemos, apresentou os dados de absenteísmo e perda primária de exames e consultas de cada município participante, enfatizando as ações realizadas, os alinhamentos de fluxos percorridos e as melhorias identificadas neste processo de um ano. O encerramento do encontro aconteceu com a apresentação das próximas ações que serão realizadas pelo AME Itapevi junto aos municípios para a melhoria dos índices apresentados.

Para a gerente executiva, Daniela Rodrigues, “o workshop foi um grande marco para o AME Itapevi, para que possamos cada vez mais otimizar os recursos existentes em prol de um melhor atendimento e oportunidade de acesso à população referenciada. Precisamos, incansavelmente, buscar a melhoria contínua nos nossos processos para darmos à população a resolutividade que buscam no AME Itapevi, porém para que esse processo aconteça, é necessário o engajamento dos demandantes de pacientes, que neste caso, são os municípios da Rota dos Bandeirantes.”

Palavra da Irmã Lia

Nossa Associação Congregação de Santa Catarina comemora em 29 de setembro de 2012 seus noventa anos.

Uma vida, uma história quase centenária.

Esta incansável colméia que hoje reúne quase 12 mil pessoas, 14 milhões de atendimentos e 33 casas, nasceu pequena pelas mãos de quatro Irmãs que vieram da Europa para o Brasil como missionárias em 1897.

Assim como a colméia produz o mel, com certeza continuaremos dando os frutos esperados de Amor pela Vida, à causa da saúde, educação e serviço social.

Por tudo isso, damos graças a Deus – causa e motivo pelo qual existimos.

Parabéns Associação Congregação de Santa Catarina.

 

90 anos de dedicação

Em 1897, as primeiras irmãs que chegaram em Petrópolis, no Rio de Janeiro, não imaginavam a grandiosidade da obra que ainda estava por vir.

Inicialmente, convidadas por frades franciscanos para fundar uma escola para crianças descendentes de imigrantes alemães na cidade serrana, as Irmãs logo se organizaram como “pessoa jurídica” para dar continuidade a atividade pastoral e social no País.

Desde o início, as Irmãs sempre contaram com a participação de executivos nas obras da Congregação, mas, de modo geral, a administração e as chefias, eram todas exercidas pelas Irmãs, que trabalhavam com grande dedicação, ideal missionário, e espírito de família.

A partir dos anos 70, em algumas obras, os executivos começaram a exercer funções na área administrativa: serviço de pessoal, contabilidade, coordenações pedagógicas, etc.. Em paralelo as transformações culturais do país e do mundo, as casas foram crescendo, o número de funcionários, consequentemente, aumentando, e a Associação percebeu a necessidade de criar mecanismos para uma gestão cada vez mais profissionalizada.

A partir de 1997, formou-se uma central administrativa profissionalizada, com o objetivo de coadministrar as obras. A instituição gerencia atualmente 33 Casas, buscando, com dedicação ser fiel ao slogan “ Amor pela vida”, sempre zelando para manter vivo e dinâmico o carisma que deu origem a ela, herdado de Madre Regina Protmann.

A Associação Congregação de Santa Catarina é hoje um corpo, composto por suas Casas que agem em consonância com os valores cristãos.

 

Madre Regina Protmann: Um caminho novo

Enquanto a Europa vivia intensas conturbações sócio-culturais em meados do século XVI, com o avanço do movimento da Reforma Protestante, dividindo a cristandade entre católicos e protestantes, através da luta armada, nascia em Braunsberg – hoje Braniewo, (Polônia), Regina Protmann.

Apesar de demonstrar-se inclinada às vaidades e às ambições materiais na juventude, Regina aproximou-se de Deus, o que provocou nela uma grande mudança interior, pois em meio ao seu bem-estar e conforto percebeu que o mundo também era feito de dor.

Insatisfeita com as trágicas consequências da miséria, da doença, da violência e do abandono, Regina procurou um caminho ao lado do Senhor.

Não se via num Convento de vida contemplativa enclausurada, que era o único modelo de vida religiosa feminina naquela época. Movida pelo Espírito Santo, deixou o conforto da casa paterna e, com duas companheiras que tinham o mesmo ideal, foi morar numa casa pobre, quase em ruínas para viver uma vida de oração e amor ao próximo.

Esta decisão provocou resistência de sua família, pois, conforme os costumes da época, uma moça só saia de casa para entrar no claustro ou para casar-se. Ela, porém, humildemente, perseverou em sua decisão.

Apesar da resistência, podia-se reconhecer que nesse modo de viver iniciado por Regina, havia algo de novo. Esta nova atitude surgiu como estrela da manhã e atraiu outras jovens para viverem o mesmo caminho. Sob a firme orientação de Regina, viviam a fé em grande união e amor fraterno como se fossem um só coração e uma só alma.

Inspirada por Deus, Regina foi construindo seu ideal: uma vida em Deus para o próximo. Todo o seu modo de viver expressava um dom de extraordinário amor a Deus, vivido na oração e no serviço aos mais necessitados. Dedicava-se aos pobres, aos doentes abandonados e às meninas sem escola.

Tinha também muito zelo para com o altar e vivia um grande amor à Eucaristia, onde reconhecia a expressão máxima do amor de Deus à humanidade.

As autoridades da Igreja reconheceram a seriedade do caminho iniciado por Regina. Apesar da novidade, inédita naquele tempo, o bispo, Martinho Cromer, reconheceu que Deus, através de Regina, criou algo de novo e de benéfico para sua Igreja: um grupo de Irmãs que além de levar vida contemplativa dedicavam-se a cuidar dos pobres e necessitados, particularmente dos doentes pobres. Regina formulou uma regra de vida para comunidade, a qual foi devidamente reconhecida pela Igreja em 1583.

Elas residiam ao lado da Igreja Paroquial dedicada a Santa Catarina de Alexandria, fato que fez Regina escolher esta Santa como padroeira e protetora de sua obra.

No ano de 1613 ela entregou, mansa e tranquilamente o seu espírito a Deus, com 61 anos de idade.

 

Tradição de um jeito inovador

Quando uma avó completa 90 anos, a família se enche de alegria. Não somente pelo fato dela chegar tão longe, mas por valorizar o fato de ter ao seu lado uma pessoa capaz de se adaptar a tantas transformações que o mundo passou e compartilhar com um olhar os seus aprendizados. Em 90 anos, surgem novos governos, gerações, tecnologia, músicas, moedas, problemas, modas e tantas outras coisas que poderiam ocupar linhas aqui sendo listadas.

De 1922 até 2012, a Associação Congregação de Santa Catarina acompanhou profundas mudanças políticas, econômicas, sociais e culturais em nosso pais, mesmo assim, manteve-se no seu propósito: Amor pela vida.

Novas casas foram incorporada, outras deixaram de fazer parte da ACSC, e hoje a ACSC mantém mais de 12 mil colaboradores atuando em suas 33 obras distribuídas em 7 estados brasileiros (São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espirito Santo, Mato Grosso, Goiás e Ceará).

No último ano, a entidade registrou o atendimento de mais de 13 milhões de pessoas na área da saúde, outros mais de 5 mil alunos estiveram matriculados em uma das escolas da ACSC e milhares de pessoas foram beneficiadas pelas obras de assistência social. Esta rede de Amor pela vida criou durante estes 90 anos um modelo de negócio de autossutentabilidade que foi pioneiro, sem perder seus valores e carisma herdado de sua fundadora Madre Regina Protmann. Tradicional, pela sua cultura e raízes cristãs, mas inovadora pelo seu DNA empreendedor, buscando sempre o que há de melhor para oferecer às pessoas em termos tecnológicos, de assistência e gestão, mas com um suporte humano e acolhedor.

Momentos marcantes nestes 90 anos:

1922: Foi neste ano em que as Irmãs de Santa Catarina tomam a decisão de criar a Associação Congregação de Santa Catarina para gerenciar as obras da entidade junto com executivos e também foi o período em que aconteceu a Semana da Arte Moderna, no Teatro Municipal de São Paulo, movimento artístico que trouxe uma ruptura aos padrões brasileiros e revelou grandes nomes como Anita Mafaltti, Oswald de Andrade, entre outros.

1930: A ACSC viu Getúlio Vargas assumir a presidência do Brasil, posto que ocupou até 1945.

1942: A ACSC acompanhou a moeda nacional deixar de ser réis e passar a ser cruzeiro.

1956: A ACSC viu o governo de Juscelino Kubitschek, que assumiu a presidência do Brasil.

1958: A ACSC testemunhou o primeiro título da Copa do Mundo.

1961: A ACSC acompanhou a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional ser aprovada no governo de João Goulart, o que marcaria para sempre a história da educação no Brasil. Viu também Brasília ser inaugurada.

1969: A ACSC passou pelos momentos do Governo do General Emílio Garrastazu Médici

1986: A ACSC testemunhou mais uma vez a moeda nacional ser trocada. A desvalorização do “cruzeiro” levou à criação do “cruzado”, com valor mil vezes maior.

1988: ACSC viu nascer junto com a Constituição Federal o Sistema Único de Saúde, o qual contribui até hoje com a gestão de Organizações Sociais de Saúde em parceria com o poder público e através de hospitais filantrópicos de sua rede.

1990: ACSC acompanhou a eleição de Fernando Collor, primeiro presidente civil eleito por voto direto desde 1960 no Brasil.

1995: A ACSC viveu o momento em que Fernando Henrique Cardoso assumiu a presidência e desenvolveu o Plano Real.

1999: No ano em que a Madre Regina foi beatificada pelo Papa João Paulo II, a ACSC inaugurou o Centro de Convivência e Creche Madre Regina, no Ceará.

2002: O Brasil é pentacampeão. Foi neste ano que a ACSC viu as estrelas do futebol conquistar este título para o Brasil na Copa do Mundo.

2003: A ACSC vivenciou a eleição de Luiz Inácio Lula da Silva como presidente do Brasil.

2010: A ACSC viu a primeira mulher eleita presidente do Brasil: Dilma Rousseff. Foi neste mesmo ano que a entidade estabeleceu novas parcerias de gestão com o governo do Rio de Janeiro e iniciou a gestão de obras sociais em Minas Gerais.

2012: A história é hoje. A ACSC cada vez mais presente para oferecer qualidade às pessoas beneficiadas por seus serviços, sem perder seu caráter filantrópico.

 

90 anos em 29 frases

Em 1922, brotou a pequenina semente da ACSC, hoje uma grande árvore, em cuja sombra estão todas as obras administradas pelas Irmãs de Santa Catarina da Província de Petrópolis.

Há 90 anos, presta serviços à humanidade – nas diversas áreas de sua atuação: Educação, Saúde e Serviço Social – orientada pelo Evangelho e pelos princípios da filosofia cristã, na construção de um mundo mais humano e solidário, como Deus Quer! A ELE, NOSSO LOUVOR E GRATIDÃO!

DEUS ETERNO, A VÓS NOSSO LOUVOR!

Há 90 anos brotou a pequena semente da ACSC, que vem crescendo e se multiplicando pelo Brasil. À luz do evangelho de Jesus Cristo, empenha-se em proporcionar VIDA DIGNA – alimentada na FÉ, na ESPERANÇA e no AMOR – a todos que necessitam de seus serviços, nas  áreas da Educação, da Saúde e do Serviço Social.

Comunidade do Convento Madre Regina – Petrópolis

1. Hospital Santa Catarina

Celebrar 90 anos da ACSC é recordar, agradecer todas as benfeitorias realizadas a tantos necessitados e renovar a esperança em meio  a constantes desafios.
O HSC, inserido na Associação, em toda sua trajetória agradece o apoio e a força efetiva em suas ações.

Irmã Rute Redighieri – Diretora Geral do Hospital Santa Catarina

2. Casa de Saúde São José

A essência de um espírito inovador está no embrião da própria mãe. É por isso que a Casa de Saúde São José evolui e se solidifica a cada dia, pois trabalha diariamente os valores e ideais praticados por sua criadora, que há 90 anos, fortifica o amor pela vida.

Irmã Laura – Diretora Geral da Casa de Saúde São José

3. Hospital Santa Teresa

O Hospital Santa Teresa cresceu sob o carisma da Congregação das Irmãs de Santa Catarina. Aqui, as primeiras irmãs vindas da Alemanha plantaram uma semente que germinou e floresceu em todo Brasil. Crescemos muito, assim como a ACSC, que hoje é o sustentáculo financeiro, organizacional e ético do trabalho que realizamos diariamente no Santa Teresa em favor da vida e da saúde dos mais necessitados.

Irmã Maria da Penha Fiorido – Diretora Geral do HST

4. Hospital São José

A Associação Congregação de Santa Catarina é a instituição que oferece a base ética e profissional para que todos os colaboradores do Hospital São José exerçam sua função com dignidade. Além de todo suporte financeiro, a ACSC é o elo entre as Casas, que cria e fomenta ações corporativas, nos guiando nessa grande rede de cuidado com o ser humano mais necessitado.

Nélisson do Espírito Santo – Diretor Executivo do Hospital São José

5. Hospital Madre Regina Protmann

A Associação Congregação de Santa Catarina é uma instituição que encanta cada um de seus colaboradores, médicos e parceiros no seu singelo e importante trabalho, assim realizando grandes sonhos e crescimento a cada um de nós, tanto na parte profissional como pessoal.

Débora Aparecida Marques de Oliveira, Diretora Executiva do HMRP

6. Hospital São Luiz

Em meio as incertezas e dificuldades da nossa realidade, surge uma luz, vinda de Deus, que irradiava amor e solidariedade. Essa luz é a ACSC, que não levou em conta a distância, a pobreza de nosso povo, mas prontamente nos encheu de amor.

Irmã Consuelo – Diretora Geral do Hospital São Luiz

7. Amparo Maternal

Ao assumir a parceria no Amparo Maternal, a ACSC ajudou o mesmo a continuar sua linda e delicada missão de cuidar da vida de mães e bebês em situação de risco. Toda a equipe realiza com seus conhecimentos e dedicação o gesto de amparar próprio do Carisma da Instituição.

Irmã Euza Maria – Amparo Maternal

8. Hospital Regional de Cáceres

Há 90 anos, transformando seus valores institucionais em resultados a todos os seus colaboradores, parceiros e, principalmente, a Sociedade. Desenvolvendo os processos em Sinergia, em busca da melhoria contínua em todas as suas casas.

Danilo Leon – Diretor Executivo do Hospital Regional de Cáceres

9. Hospital de Traumatologia e Ortopedia Dona Lindu
A experiência da ACSC em gestão de saúde faz com que o Hospital de Traumatologia e Ortopedia Dona Lindu seja destaque na assistência pública do Estado do Rio de Janeiro. Seja na acolhida humanizada ou na segurança dos procedimentos, a qualidade do atendimento é reflexo dos valores da ACSC, que fundamentam a atuação da equipe do HTODL, focada em cuidar de seus pacientes com competência.

Artur Hummel – Diretor executivo do Hospital de Traumatologia e Ortopedia Dona Lindu

10. Hospital Estadual Central

Parabéns para a ACSC. São 90 anos educando, assistindo e cuidando com qualidade da Saúde de nosso povo. Sou muito feliz por fazer parte deste momento e abençoado por completar mais um ano de vida no mesmo dia de sua fundação.

Rubens Felix – Diretor executivo do Hospital Estadual Central

11. AME Jardim dos Prados

Para o AMEJP,  a ACSC representa a inovação e a qualidade na gestão da saúde pública, com valorização e respeito do ser humano, fazendo o melhor para aquele que mais necessita. Ao longo dos seus 90 anos, a ACSC vem conquistando a credibilidade e a confiança daqueles com quem se relaciona, com transparência, dedicação, amor e atenção ao próximo.

Flávia Moreira – Gerente Administrativa e Apoio do AME Jardim dos Prados

12. AME Itapevi

O AME Itapevi, em seu curto tempo de vida, passou por diferentes momentos e reconhece que os obstáculos foram superados seguindo o modelo de dedicação de Madre Regina Protmann. É gratificante saber que fazemos parte de uma Instituição que tem os seus valores pautados na dedicação ao próximo e de que podemos contribuir na perpetuação deste legado.

Daniela Rodriguês – Gerente executiva do AME Itapevi

13. SEDI I

Os 90 anos da ACSC, do amor à vida, impulsiona o SEDI1 à nossa origem que é Madre Regina Protmann ensinando a praticar o acolhimento às pessoas com amor, de forma humana e digna diminuindo as diferenças sociais e hoje com a consciência de que e possível para o serviço publico oferecer um trabalho de qualidade na área de diagnostico por imagem.

Javier Hernandez Gonzalez – Gerente Médico do SEDI 1

14. Ceac Sul

Como um jovem filho de 4 anos, o Ceac Sul, olha com admiração para a obra construída ao longo de 90 anos pela associação congregação de Santa Catarina, trilhando os passos e respeitando o carisma da beata Regina Protmann, o que nos faz agir de forma digna e humanizada para com os clientes e colaboradores.

Lucia Abreu – Diretora executiva do Ceac Sul

15. CRI Norte

Só quem olha para o futuro chega aos 90 Anos. Temos muito orgulho de pertencer a essa grande árvore que chega aos seus 90 anos, ainda dando frutos, com as raízes fincadas nos valores da Espiritualidade e seus galhos abraçando  o bem maior – a VIDA.

Carlos André Uehara – Diretor executivo do CRI Norte

16. PAI ZN

Nos sentimos honrados em perpetuar a obra de Madre Regina Protmann, que há mais de 450 anos foi ao encontro de “pobres envergonhados, aos doentes mentais, aos epilépticos e a outros pacientes que não eram aceitos nos hospitais ” e nesta data especial, queremos externar nossos agradecimentos a ACSC pelos 90 anos de relevantes serviços à comunidade.

Rosimara Silva – Diretora Executiva

17. OS-Santa Catarina

ACSC:  90 anos de filantropia transformando a realidade brasileira baseada no Carisma da Madre Regina V.M. Nove décadas de sucesso e compromisso com a saúde, educação e assistência social, por meio da  ética,  filantropia e espiritualidade.

Heather Barker – Diretora Administrativa da OS-Santa Catarina

18. Colégio Santa Catarina SP

Noventa anos de ACSC : no tempo que passa fica eternizado na história somente as esculturas do amor que a solidariedade esculpiu para dizer ao futuro que uma grande obra se faz com as mãos no agora e o coração no além.

Irmã Aparecida – Diretora Geral do Colégio Santa Catarina SP

19. Colégio Santa Catarina MG, Obra Social Santa Catarina e Creche Monteiro Lobato

Pequeno se torna o tempo quando a grandeza de uma instituição perpetua por gerações, como a Associação Congregação de Santa Catarina, cuja obra,  referência na saúde e educação, enobrece todos que de algum modo dela fazem parte, como o nosso Colégio  e todos os seus integrantes que se sentem gratificados de poderem participar  desta associação e desta merecida comemoração.

Irmã Ernestina – Diretora Geral do Colégio Santa Catarina MG

20. Colégio Santa Catarina GO

O Colégio Santa Catarina e a presença das Irmãs, sempre foi uma referência na história de vida da maioria da população Petrolinense. A Associação Congregação de Santa Catarina se destaca pelos investimentos na Escola e na qualidade da educação pautada nos valores éticos, morais e cristãos que muito tem contribuído na formação das crianças e jovens.

Irmã Terezinha  Alves – Diretora do Colégio Santa Catarina (GO)

21. Escola Santa Catarina

Corações vibrantes que atualizam o carisma. Integrada nas várias realidades é ambiente que acolhe, família em que cada membro se sente amado e respeitado. Neste espaço de tempo preparou gerações e gerações, unindo tradição e modernidade. São 90 anos de história e  caminhada! Vidas celebradas!

Irmã Adriana Aparecida de Oliveira –  Escola Santa  Catarina

22. Colégio e Creche Santa Catarina RJ

Há quatro séculos o sofrimento do povo desafiou a jovem Regina. Ela abriu mão dos sonhos comuns para dedicar-se aos mais sofridos: doentes, mulheres, crianças. Mulheres de fibra a seguiram, também no nosso Brasil.  Se o trabalho da ACSC resiste ao tempo e se firma é porque o sofrimento não acabou e porque a coragem do serviço fraterno continua a beber da mesma fonte que nutriu Regina.

Vitória Aparecida de Alvarenga Bastos – Diretora do Colégio e Creche Santa Catarina RJ

23. NESC

A responsabilidade e o compromisso social que ACSC demonstra nesses 90 anos de existência é refletida no trabalho que desenvolvemos no Núcleo Educacional Santa Catarina. É gratificante e inspirador fazer parte dessa história de amor a vida. Parabéns ACSC!

Cilene Clini – Coordenadora Geral do Núcleo Educacional Santa Catarina

24. Creche Sagrada Família

Hoje, aos 90 anos da ACSC somos uma empresa diferenciada, pois não é somente um trabalho, mas um local que nos ensina a sermos mais humanos, onde podemos vivenciar e anunciar o evangelho por meio das ações que desenvolvemos em nossa casa, e é uma grande honra fazer parte dessa Instituição, onde a preocupação está totalmente voltada ao ser humano, as suas necessidades e tendo total entrega, temor a Deus e amor ao próximo.

Juliana Altieri – Diretora da Creche Sagrada Família

25. Centro de Convivência e Creche Madre Regina CE

É com gratidão a Deus que celebramos os 90 anos da ACSC, que nasceu com uma beleza esplêndida, fruto de amor supremo; amor a Deus revelado na pessoa  humana.

Irmã Neide – Diretora Administrativa – Centro de Convivência Madre Regina

Uma das grandes bênçãos da vida é a experiência que os anos vividos nos concedem. Os sintomas da felicidade se traduzem no otimismo, na fé, na esperança e no empenho de poder ser melhor a cada dia. Parabéns ACSC!

Ediléa Fontoura – Gerente Executiva – Creche Madre Regina

26. Casa da Criança de Vila Mariana

O aniversário da ACSC representa para a Casa da Criança de Vila Mariana um trabalho vinculado aos princípios cristãos visando o pleno desenvolvimento do ser humano por ela assistido provendo uma grande parceria e educação para nossas crianças que são o futuro da nação.

Cristiane Moreira – Diretora Geral da Casa da Criança de Vila Mariana

27. Creche São José do Itamaraty

Noventa anos são bodas de álamo! Álamo, tipo de árvore que tem raízes muito fortes e invasivas. Estas raízes têm capacidade de organizar outras árvores, por conta disso, o álamo sobrevive a fogo intenso. Assim é a Associação Congregação de Santa Catarina, nesses 90 anos, como esta árvore sensibiliza um amor sólido pela vida a exemplo de Madre Regina.

Ir. Irma Guizzo – Creche São José do Itamarati

28. Residencial Santa Catarina

Parabenizamos a ACSC pelos 90 anos de caminhada e empreendedorismo no Brasil. Fazer parte desta história nos engrandece, pois é através do Residencial Santa Catarina que repassamos os valores, a espiritualidade e carisma formado pelo belo trabalho e dedicação das Irmãs de Santa Catarina.

Norma Claure – Diretora Executiva do Residencial Santa Catarina

29. Lar Madre Regina

Celebrar 90 anos de A C S C é agradecer a Deus, homens e mulheres se doaram e se entregaram em santidade a um sonho e acreditaram na fé, esperança e amor e assim nasceram diversas obras entre elas a Casa de Oração e o Lar Madre Regina.

Gerson Ribeiro – Gerente Executivo do Lar Madre Regina