Crianças do CML-JF participam de peça teatral

A história da Branca de Neve e os Sete Anões ganhou vida pelas mãos do alunos da(MG).

O figurino, cenário e ensaios foram mais um trabalho primoroso das educadoras Ana Paula Pereira Reis e Fernanda Ferreira Velloso. Os pais das crianças, convidados para assistir a apresentação, não contiveram a emoção e registraram tudo.

CML-JF promove atividades para marcar o encerramento do ano

Para finalizar 2015 com chave de ouro, a (MG) realizou várias atividades com as crianças e suas famílias

As crianças deram um verdadeiro show durante as apresentações para os pais. Foi um momento que contemplou todo um trabalho realizado pelas educadoras, ao longo de 2015, com a temática “família”.

CSC-JF celebra premiação de professores

No início de dezembro, o professor Dario Pereira (Educação Física) e professor Haroldo Carvalhido (Xadrez) – ambos do Colégio Santa Catarina (JF) – receberam o 2015.

O Dario ganhou na categoria dirigente esportivo estudantil e o Haroldo representou o colégio na categoria Xadrez por equipe, homenagem pelo título de Campeão Mundial de Xadrez Escolar, conquistado este ano pelos alunos do colégio.

 

Educadoras do CSC-JF realizam orientação vocacional

O (JF) desenvolve, há alguns anos, um trabalho de orientação vocacional e profissional voltado a alunos do 2º e 3º anos do Ensino Médio. São dois grupos de trabalho ao longo do ano: um a cada semestre, com encontros semanais a partir de março e agosto, respectivamente.

Ao fim dos encontros com os estudantes, as profissionais que coordenam o projeto promovem um bate-papo com os pais para falar sobre o que foi observado dos jovens ao longo do processo.

Graças ao sucesso do projeto, desde o ano passado, a oportunidade foi estendida a alunos de outras escolas também. As inscrições são feitas no início do ano letivo, na Secretaria do colégio.

 

NESC abre as portas para a comunidade

No dia 28 de novembro, o Núcleo Educacional Santa Catarina (SP) abriu seu espaço para acolher as famílias e crianças da comunidade com a mostra cultural do projeto anual “Brincar, brincando, brincarolando”.

Além das exposições dos registros e produções criadas pelas crianças e adolescentes, o evento foi um convite ao resgate da infância e do “brincar”, proporcionando aos presentes espaços lúdicos como cama de gato, sala de sombras, bolhas de sabão, jogo da memória, entre outras atividades.

 

Alunos do CSC-SP são premiados em olimpíadas nacionais de Química, Física e Astronomia

Os alunos do Colégio Santa Catarina (SP) foram premiados, recentemente, em duas olimpíadas: a e a OBA (Olimpíada Brasileira de Astronomia).

Os 29 alunos que participaram da prova do Canguru que ocorreu durante o ano, já receberam a premiação, sendo eles a Bianca Massoroti, do 8º ano, que ganhou ouro; Maurício Seco Correa e Tyago Oliveira  do 7º ano e Henrique Oliveira Peduto, do  6º ano, ganharam prata.

Já no OBA, 61 alunos participaram e receberam a premiação em novembro. Confira abaixo a premiação:

 

Medalha: Ouro

Gabriela Bottini V. Simões F. de Carvalho – 9º ano.Matheus Souto Romano Machado, do 4º ano.

 

Medalha: Prata

Beatriz Seco Corrêa – 9º ano.

Bianca Massaroti – 8º ano.

Giovanna Montefusco Ferrari – 7º ano.

 

Medalha: Bronze

Bruno Tamarose Grangeiro Costa – 4º ano.

Gabriel Santana Manfrinato da Silva – 4º ano.

Thiago Penteado Munhoz Carmona – 4º ano.

Maurício Seco Corrêa – 7º ano.

 

O colégio já participa de provas como a do Canguru Matemático do Brasil desde 2011 e da OBA desde 2012, que já renderam muitas medalhas. Também participaram Olimpíada Paulista de Matemática, onde em 2012 e 2013 conquistaram a medalha de bronze. Já em 2011, participaram – pela única vez, da Olimpíada de Matemática do Sistema Etapa, no Colégio Brazilis, de Mogi da Cruzes, onde conquistaram uma medalha de ouro e duas de bronze.

Participar de Olimpíadas Científicas representa a oportunidade de os alunos se aprofundarem em uma matéria que tenham maior interesse. Desafios são divertidos e a participação em tais olimpíadas melhora o rendimento escolar dos participantes, prepara os alunos para vestibulares, agrega valores morais e éticos.

 

 

Colégio Santa Catarina (SP) realiza feira cultural

O evento aconteceu na segunda quinzena de outubro e contou com a participação de 1.300 alunos e 90 professores.

Vários foram os momentos de aprendizado e integração, onde os alunos foram os protagonistas do processo envolvendo-se e preparando as apresentações, das quais demonstraram grande domínio sobre o tema, que foi “o melhor de nós”.

ESC (ES) realiza caminhada em prol da água

O objetivo da ação foi pedir o apoio da comunidade em relação a um problema que atinge a todos, que é a falta de água, frisando que pequenas atitudes fazem muita diferença.

Ao longo de todo ano letivo foi desenvolvido o projeto “cada gota faz a diferença” envolvendo todos os alunos da Escola Santa Catarina (ES) e as suas famílias. Os alunos dos 1º e 2º anos trouxeram na memória a contribuição do cientista Augusto Ruschi. Os do 3º ano enfatizaram que tudo o que foi criado por Deus é sagrado, merece respeito e cuidado. Já os do 4º e 5º anos apresentaram a escola como promotora da paz, que valoriza e prioriza os valores do evangelho.

A instituição Pestalozzi – parceira da escola – participou da ação, bem como os pais dos alunos, que carregaram o beija-flor como símbolo do município e protagonista da fábula.

Aluno do CSC-JF cria histórias em quadrinhos

Apaixonado por desenho e leitura, o estudante João Pedro Meireles, 10 anos, do 5º ano do Colégio Santa Catarina (JF), resolveu criar sua própria galeria de figuras para ilustrar trabalhos escolares e fazer histórias em quadrinhos.

O estudante conta que sempre foi estimulado pelos pais a ler bastante. O que resultou, também no gosto por criar histórias.  Em folhas caprichosamente desenhadas e bem escritas, João Pedro escreve a história de seis personagens, a quem ele chama de Bolotas.

ESC-ES realiza sarau literário

Durante todo o ano de 2015, a memória de Augusto Ruschi – agrônomo, ecologista e naturalista brasileiro – está sendo reverenciada em vários eventos pelo centenário. Na Escola Santa Catarina (ES), aconteceu um sarau literário.

Os alunos do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental I, por meio de peças teatrais, músicas, declamações, interpretações e muito mais, emocionaram e encantaram a plateia com a fascinante história da vida do homenageado.

Ensino à distância no CSC-JF

Recentemente, o Ministério da Educação (MEC) aprovou o Colégio Santa Catarina, em Juiz de Fora, como pólo de ensino à distância.

Funcionará em parceria com a Universidade Católica de Brasília e englobará cursos de graduação e pós-graduação em diversas áreas.

O aproveitamento do Colégio foi de 80%, considerando que a nota máxima é 5.

Parabéns ao CSC pela conquista!

Semana das crianças na Creche São José do Itamarati

Entre os dias 5 e 9 de outubro, a Creche São José do Itamarati realizou  a “Semana da Criança” com uma atividade diferente para cada dia. Entre elas, o baile a fantasia, além de um teatro com o tema “meio ambiente”, apresentado pelas educadoras, que se vestiram de flores e árvores, representando  as diversidades da natureza. Também foi realizada uma homenagem às pessoas que cuidam das crianças que ficam na creche, como os colaboradores da copa, cozinha, administração e as voluntárias.

O encerramento ficou por conta de muita festa, apresentação com palhaços e agradecimentos e orações para Nossa Senhora Aparecida.

Pais avaliam indicadores de qualidade na CCVM

Em comemoração aos 80 anos de Educação Infantil no Estado de São Paulo, a Casa da Criança de Vila Mariana (CCVM) reuniu os pais para a avaliação do documento Indicadores de Qualidade da Educação Infantil Paulistana.

Eles puderam conhecer e validar questões como “planejamento e gestão educacional”, “multiplicidade de experiências e linguagens”, “interações”, “promoção da saúde e bem-estar”, “ambientes educativos”, “formação e condições de trabalho”, “rede de proteção sócio cultural”, “relações étnico-raciais”, “autoria”, “participação” e “escuta de bebês e crianças”.

Ao final da reunião, os pais validaram como positivas todas as questões exigidas no documento, e avaliaram a Casa da Criança de Vila Mariana como um espaço amplo onde todas as necessidades de desenvolvimento para as crianças são atendidas.

Creche Madre Regina proporciona momento mágico na “Semana da Criança”

Durante este período, uma programação especial foi pensada e executada para a criançada, contemplando brincadeiras, lanches, diversão e muitas outras coisas.

Diariamente, as crianças foram recebidas com música e pequenas apresentações realizadas pelas professoras como, por exemplo, “Duelo Mágico”, “A História da Dona Baratinha na atualidade” e um belo show de palhaços com Peteco e Peteleco.

Foram confeccionadas uma lembrancinha para cada dia, tudo feito com material de sucata e finalizadas com um saquinho de bombons e pipocas.

Além da diversão, a semana serviu de oportunidade para usarem uma camiseta rosa em prol ao Outubro Rosa, que reforça a prevenção contra o câncer de mama.

 

Ação em prol da Campanha de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes

A Casa da Criança de Vila Mariana (CCVM) abraçou a campanha de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes.

Para reforçar o apoio à causa, uma das ações realizadas foi uma palestra que contou com a participação de todos os colaboradores da Casa, bem como da psicóloga judiciária Luciana Rosa Machado.

Foram abordados pontos importantes sobre o tema, como o cuidado que se deve ter com as crianças e a atenção diante de um comportamento diferente delas.

Alunos do CSC-JF participam da plenária final da Câmara Mirim 2015

Chegou ao fim a edição 2015 da Câmara Mirim, um projeto de educação cidadã promovido pela Câmara Municipal de Juiz de Fora. Na primeira quinzena de setembro, um grupo de dez alunos do Colégio Santa Catarina (CSC-JF) participou da plenária final, realizada no Palácio Barbosa Lima, junto com estudantes de outras nove escolas.

Os vereadores mirins selecionaram seis propostas que serão entregues à Mesa Diretora da casa, no dia 11 de novembro. A partir daí, as sugestões elaboradas pelos jovens podem se transformar em projetos de lei e requerimentos. O tema proposto para discussão este ano foi “Educação de Qualidade e Ação Cidadã”, desmembrado em dois subtemas: para uma cultura de paz e para uma participação política dos estudantes.

Antes de iniciar a votação, os estudantes foram saudados pelo vice-presidente da Câmara, vereador José Márcio, que incentivou os adolescentes a participarem das discussões políticas e de todos os debates que possam influenciar a vida da população. Nesse encontro, os vereadores mirins puderam excluir, aglutinar e modificar propostas. O documento final consta de seis propostas – três para cada subtema – com destaque para questões como ampliação das escolas em tempo integral e inclusão de atividades extraclasse, como esporte, música, teatro e dança.

A história da mulher é tema de evento no CSC-JF

Em setembro, o salão de esportes do Colégio Santa Catarina (CSC-JF) se transformou em uma grande passarela, por onde alunos desfilaram com trajes típicos e performances contagiantes para contar a história da mulher ao longo das décadas, desde os anos de 1940 até o século XXI.

O evento, coordenado pelo Núcleo Cultural Madre Regina Protmann, por intermédio do professor Leandro Almeida, contou com a presença da diretora geral, Irmã Ernestina Lemos, da diretora pedagógica Izabel Nunes, da supervisora do Ensino Médio, Mariângela Lacerda, da professora de Literatura Cláudia Paixão, e de toda a equipe de instrutores da Escola de Música do colégio, além dos alunos do 9º ano e do Ensino Médio.

“O objetivo desse evento é promover um espaço onde nossos alunos tenham a oportunidade de desenvolver trabalhos interdisciplinares que se dedicam à música, política, artes, teatro e cinema e, desde 2012, o CSC conta com esse espaço dialógico. Neste evento, especificamente dedicado às mulheres, convidamos o público presente a percorrer um interessante caminho conosco e, para isso, revisitamos a história, começando pelos anos de 1940 e chegando até a contemporaneidade”, explicou Leandro, idealizador da ação.

Exposição no CSC-JF demonstra autoconhecimento e amadurecimento de alunos do Fundamental I

Em continuidade ao projeto “Hábito de Estudo”, realizado desde 2006 pela equipe pedagógica do Ensino Fundamental I do Colégio Santa Catarina (CSC-JF), a coordenadora de série Maria Aparecida Grossi (Dodó) e a orientadora Alda Guimarães decidiram fazer uma exposição com os desenhos e poesias dos alunos do 1º ao 5º ano, que retratavam o seu crescimento enquanto estudantes e enquanto pessoas, de fevereiro até agora.

Para cada série foi contada uma fábula diferente, de acordo com a faixa etária e, após essa dinâmica, foi pedido que os alunos retratassem o seu crescimento por meio de desenho, música ou poesia. Como exemplo, Dodó cita o trabalho de um aluno que desenhou uma boca, porque ele percebeu que precisava ouvir mais e falar menos. Mas o trabalho também deixou em evidência algumas fragilidades, muitas vezes ocultas. “Eu tive a oportunidade de ler todos os trabalhos e achei interessante que tivemos crianças expressando, através dos desenhos, a angústia delas com alguns problemas familiares. Uma menina, por exemplo, expressou a tristeza dela em relação à separação dos pais. O crescimento dela diante do sofrimento que ela enfrentou em casa. E isso nos serve de ferramenta para podermos ajudá-la, dar algum respaldo”, conta Dodó.

Projeto do CSC-JF presta orientações sobre alimentação saudável

O Colégio Santa Catarina, em Juiz de Fora, mantém um projeto chamado “Educação dos sentimentos”, que busca ajudar alunos dos 8º e 9º anos do Ensino Fundamental a lidarem com a ansiedade.

Recentemente, as nutricionistas Anelisa Rezende e Priscila Goretti foram convidadas para um bate-papo com os estudantes e puderam dar dicas sobre alimentação saudável, a importância de não ir para a escola de estômago vazio e de comer de três em três horas. A adolescência é uma fase marcada por conflitos e intensidade. É uma etapa intermediária do desenvolvimento humano, entre a infância e a fase adulta, marcada por diversas transformações corporais, hormonais e até mesmo comportamentais. E nesse turbilhão de mudanças, muitos problemas vêm à tona por causa da ansiedade, entre eles distúrbios alimentares. Por isso, a importância desse diálogo.

Além do bate-papo informal e elucidativo, foram abordados alguns mitos e verdades sobre alimentação, como, por exemplo, que jantar engorda, que tomar líquido durante as refeições atrapalha a digestão, que nem sempre magreza é sinal de ser saudável e vários outros temas. Ao fim de cada palestra, as nutricionistas sortearam entre os alunos kits com mix de sementes, cookies e cupcakes integrais. E no intervalo entre uma turma e outra, foi a vez de os alunos retribuírem o carinho, oferecendo um lanche saudável às profissionais.

  

Vôlei após o expediente reúne colaboradores do CSC-JF

Com o objetivo de unir ainda mais os colaboradores e propiciar momentos de descontração, cerca de 25 pessoas, de diversas áreas, têm se reunido uma vez por semana para jogar vôlei no ginásio do Colégio Santa Catarina, em Juiz de Fora, após o expediente.

Atualmente, as aulas acontecem às quartas-feiras, das 18h às 19h30, mas, a partir de outubro, também acontecerão às segundas, por demanda dos próprios participantes, que estão adorando a iniciativa.  “Fazemos uma primeira parte de aquecimento, para o corpo começar a movimentar, depois alguns exercícios pedagógicos, porque muita gente não jogava há muito tempo, e terminamos com o coletivo”, explica a professora Cláudia Assis, coordenadora da área de Educação Física, que também conta sobre o retorno da ação, que vem sendo melhor do que o esperado.

Vários colaboradores têm trocado horários de compromissos para poder participar e aprovam a iniciativa, que já é conhecida por todos e promete ir cada vez mais longe.