HNSC recebe doação especial

Há dois anos Gabriel de Godói Marcolino assistiu a uma reportagem que falava sobre as crianças com câncer, a queda de cabelo e os projetos de doação de cabelo. Na ocasião, ele entendeu o quão importante eram as perucas e como elas elevavam a autoestima dos portadores da doença.

Com apenas 9 anos, a comoção que a reportagem causou em Gabriel fez com que ele tomasse uma grande atitude: a partir daquele dia, ele deixaria o cabelo crescer para poder doar e ajudar alguma criança.

Em 2015, ano em que ele completou 11 anos, Gabriel finalmente cortou os cabelos e mostrou pra muita gente o que é ter persistência e atingir um objetivo – muito bonito, por sinal.

A doação foi entregue à área de Oncologia do (SC).

CML-JF promove atividades para marcar o encerramento do ano

Para finalizar 2015 com chave de ouro, a (MG) realizou várias atividades com as crianças e suas famílias

As crianças deram um verdadeiro show durante as apresentações para os pais. Foi um momento que contemplou todo um trabalho realizado pelas educadoras, ao longo de 2015, com a temática “família”.

OSSC-JF celebra 5 anos

Em dezembro, a Obra Social Santa Catarina (JF) celebrou 5 anos de fundação em grande estilo.

Foram quatro dias de comemorações, com apresentações de grupos, oficinas e cursos oferecidos pela casa, como artesanato, corte e costura (que teve um desfile produzido pelas alunas com roupas confeccionadas por elas próprias), inglês, capoeira, música, literatura, nutrição e Palavra de Mulher (com a psicóloga Luciana Lucchesi).

Uma missa, celebrada pelo Padre Zuka, da paróquia Nossa Senhora de Fátima, vizinha à Obra Social, encerrou as festividades.

 

Casas de SP participam de capacitação sobre inclusão de pessoas com deficiência

Cerca de 120 colaboradores das Casas de São Paulo participaram do programa de capacitação sobre Inclusão de pessoas com deficiência ministrado pela Consolidar – Educação Inclusiva nos Negócios, empresa parceira da Fundação Dorina Nowill, que tem por objetivo ajudar empresas a construir uma cultura inclusiva, transformando o olhar das pessoas para a diversidade humana.

Iniciativa do “Vida Plena”, programa de inclusão da ACSC, a ação de sensibilização aconteceu no início de dezembro, aproveitando a referência ao Dia Internacional das Pessoas com Deficiência (celebrado em 3 de dezembro), e foi dividida em dois módulos:

Conscientização de Gestores e Equipes – direcionado aos gestores de pessoas com deficiência.

Programa “Despertar” – direcionado aos colaboradores com deficiência da ACSC.

As duas capacitações tiveram como premissa preparar os participantes para a inclusão no ambiente corporativo, por meio de orientações e dinâmicas que reforçaram comportamentos adequados à convivência e estimularam as pessoas com deficiência a tornarem-se protagonistas de suas histórias.

Programa Por Você

No fim de outubro aconteceu, na Casa de Saúde de São José (RJ), o lançamento oficial do Programa Por Você, que contempla a realização de inúmeras iniciativas voltadas para a Saúde e bem-estar dos colaboradores, o que inclui a organização de equipes de corrida, campanhas sobre alimentação saudável, mapeamento da saúde e muito mais.

A ação de lançamento foi na Lagoa Rodrigo de Freitas, onde os colaboradores puderam participar das atividades promovidas pela equipe de profissionais que acompanhará os treinos semanais no mesmo local.

Aluno do CSC-JF cria histórias em quadrinhos

Apaixonado por desenho e leitura, o estudante João Pedro Meireles, 10 anos, do 5º ano do Colégio Santa Catarina (JF), resolveu criar sua própria galeria de figuras para ilustrar trabalhos escolares e fazer histórias em quadrinhos.

O estudante conta que sempre foi estimulado pelos pais a ler bastante. O que resultou, também no gosto por criar histórias.  Em folhas caprichosamente desenhadas e bem escritas, João Pedro escreve a história de seis personagens, a quem ele chama de Bolotas.

Residencial Santa Catarina recebe visitas especiais

No mês de outubro, a equipe do Projeto “MAPAA – Meio Ambiente e Proteção Animal”, esteve no Residencial Santa Catarina trazendo seus cães voluntários para uma visita aos residentes.

Foi um momento muito especial, pois eles lembraram de animais que tiveram ao longo da vida e puderam matar a saudade do quanto é bom ter o carinho de um animal.

A ideia é que esse encontro aconteça mensalmente!

SIPATMA da Administração Corporativa promove Ação Solidária

Com o tema “Eu Faço a Diferença”, a CIPA da Administração Corporativa promoveu entre 16 e 19 de novembro a Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho e Meio Ambiente – SIPATMA. Durante o evento, os colaboradores tiveram a chance de participar de duas ações solidárias. A primeira aconteceu durante a fase de inscrições para a Caminhada de lançamento da SIPATMA, que ocorreu no dia 14 de novembro, no Parque do Povo, em São Paulo. As inscrições estavam condicionadas à doação de 1 kg de café por colaborador. Os 34 kg de café arrecadados foram doados ao Hospital Amparo Maternal. Mais de 70 pessoas, entre colaboradores e familiares, participaram da caminhada, onde, além de além de praticar uma atividade física, puderam também realizar uma grande confraternização. A segunda ação solidária aconteceu durante a Semana e arrecadou 176 fraldas geriátricas, 75 pares de meias, 57 sabonetes, 23 kg de arroz, 7 kg de feijão, 10 escovas de dentes, entre outros itens de consumo, que foram doados aos idosos do Lar Madre Regina.

A programação da SIPATMA contou com palestras sobre espiritualidade e estresse, sustentabilidade, saúde financeira, segurança no lar, ação social, saúde e prevenção de DSTs. Uma intervenção teatral realizada nos setores chamou a atenção dos colaboradores sobre a importância do comportamento seguro. Colaboradores do Hospital Santa Catarina também realizou uma participação especial, com a exibição da peça “SOS Rosarinho”. Um dos destaques do evento foi a palestra de encerramento. Realizada pelo educador, escritor e palhaço Claudio Thebas, a performance, em tom de espetáculo, alegrou e sensibilizou todos sobre a importância da escuta e da cooperação para uma convivência saudável no ambiente de trabalho.

“Portas Abertas” recebe filhos dos colaboradores no HTO Dona Lindu

O Hospital de Trauma-Ortopedia Dona Lindu (RJ) abriu as portas para a criançada no início de outubro. A primeira edição do projeto “Portas Abertas” reuniu aproximadamente 50 crianças, filhos dos colaboradores do Hospital, que aproveitaram ao lado dos pais um dia de muita animação.

Na programação, cardápio especial no café da manhã e no almoço, além de visitas aos setores da Casa e muitas brincadeiras com uma equipe de recreadores, com a participação especial de personagens do mundo infantil como Peppa Pig e Galinha Pintadinha.

A iniciativa chamou a atenção do artista plástico Ivan Cruz, de Cabo Frio, na Região dos Lagos, que acompanhava a esposa recém-operada no HTO Dona Lindu e fez questão de contribuir com seu trabalho. Com objetivo de resgatar a tradição das brincadeiras antigas, Ivan fez desenhos junto com as crianças, mostrando a importância de brincar para o desenvolvimento de cada um.

Semana de Inclusão ACSC 2015

Com o intuito de reforçar a importância e a identificação da ACSC com o Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência (21/09), a Administração Corporativa promoveu entre os dias 22 e 25 de setembro a “Semana de Inclusão ACSC 2015”. O evento, que faz parte do “Vida Plena” – programa de inclusão profissional da ACSC para pessoas com deficiência – reuniu uma série de atividades com o propósito de possibilitar experiências marcantes e despertar a reflexão dos colaboradores sobre o tema.

Cerca de 500 colaboradores das Casas de SP administradas pela ACSC participaram da programação que, entre os destaques, contou com a palestra “Responsabilidade Corporativa sobre Inclusão de Pessoas com Deficiência” (ministrada por Carolina Ignarra, fundadora e consultora da Talento Incluir), teatro de bonecos “Turma do Bairro” (da ONG Sorri Brasil), workshop de Libras, exposição dos “Pintores com a Boca e os Pés”, oficina de Origami (ministrada pela Aliança Cultural Brasil-Japão), experiência sensorial e o Coral da Associação de Deficientes Visuais e Amigos (ADEVA).

“É preciso respeitar as diferenças para incluir e para que isso aconteça, precisamos educar as pessoas para entender as diferenças”, disse Carolina Ignarra, fundadora e consultora da Talento Incluir. A palestra que Carolina ministrou na abertura da Semana trouxe uma lição de vida e superação. Formada em Educação Física, Carolina dava aulas de Ginástica Laboral, quando ficou cadeirante após um acidente de moto em 2001. Contra todas as adversidades, Carolina nunca deixou que sua deficiência colocasse limites na sua vida. Três meses depois do acidente, ela já estava trabalhando novamente, alguns anos depois criou sua própria consultoria, escreveu um livro, tornou-se palestrante, conheceu seu futuro marido, casou e teve uma filha, hoje com 10 anos. “O problema está nos rótulos de que a pessoa com deficiência é incapaz, coitadinho e dependente. A superação acontece na vida de todos e quando nos igualamos, temos mais chances de promover a inclusão. Devemos mudar nossos modelos mentais com disposição, consciência e atitude”, afirma.

De acordo com Carolina, no Brasil existem hoje mais de 45 milhões de pessoas com deficiência, sendo 11 milhões com capacidade laboral e 358 mil contratados. Do montante de pessoas com deficiência, 61% não têm instrução completa e somente 6,7% têm formação superior. Este cenário ilustra alguns desafios de desequilíbrio social que precisam ser vencidos no País. Pensando nisso, a ACSC criou em 2013 o Vida Plena, programa que tem por finalidade promover a inclusão das pessoas com deficiência por meio da capacitação e oferta de oportunidades nas Casas administradas pela Entidade. “Não queremos tratar o tema inclusão como algo obrigatório. Queremos, antes de tudo, incluir e cuidar das pessoas, sensibilizar nossos colaboradores em relação ao tema e integrar as pessoas com deficiência”, comenta Elizabeth Leonetti, diretora corporativa de Gestão de Pessoas e Comunicação.

Como resultado disso, o Vida Plena estabeleceu duas novas parcerias recentes. Em conjunto com a AME (Associação Amigos Metroviários do Excepcionais), a ACSC promoverá cursos de capacitação para pessoas com deficiência, com possibilidade de aproveitamento interno ao término da formação. A outra parceria com a Fundação Dorina Nowill prevê a capacitação da área de Gestão de Pessoas e das lideranças em relação ao tema de inclusão, ações direcionadas aos colaboradores com deficiência e apoio para a reabilitação de pessoas com deficiência visual.

Histórias de valor no Lar Madre Regina

Uma família prestou uma linda homenagem aos colaboradores que se dedicam ao cuidado dos idosos no Lar Madre Regina (SP). Em dezembro de 2012, a Casa acolheu um casal, o Sr. Décio Lopes, que faleceu no dia 16 de março de 2014, e a Sra. Beatriz Baptista Lopes, que faleceu em 19 de setembro de 2015.

Em reconhecimento ao serviço prestado pelos colaboradores durante o tempo em que o casal residiu no local, a filha do casal, Célia, escreveu em nome da família uma carta onde expressa sua gratidão pelo tempo dedicado ao cuidado dos seus pais. “Quero deixar meus agradecimentos a toda a equipe, desde os porteiros, cozinha, limpeza, diretores, assistente social e, em especial, às enfermeiras, auxiliares de enfermagem e cuidadoras, que sempre trataram muito bem os meus pais, com paciência e carinho, e até de nós, quando nos dirigiam palavras de conforto”, diz na carta.

Por fim, ela relembra as visitas e o amor que os profissionais do Lar Madre Regina têm pelo trabalho que realizam. “Obrigada pelo tempo que dedicaram aos meus pais Décio e Beatriz e que Deus os presenteie em dobro por tanta dedicação e amor com os idosos”, conclui.

Vôlei após o expediente reúne colaboradores do CSC-JF

Com o objetivo de unir ainda mais os colaboradores e propiciar momentos de descontração, cerca de 25 pessoas, de diversas áreas, têm se reunido uma vez por semana para jogar vôlei no ginásio do Colégio Santa Catarina, em Juiz de Fora, após o expediente.

Atualmente, as aulas acontecem às quartas-feiras, das 18h às 19h30, mas, a partir de outubro, também acontecerão às segundas, por demanda dos próprios participantes, que estão adorando a iniciativa.  “Fazemos uma primeira parte de aquecimento, para o corpo começar a movimentar, depois alguns exercícios pedagógicos, porque muita gente não jogava há muito tempo, e terminamos com o coletivo”, explica a professora Cláudia Assis, coordenadora da área de Educação Física, que também conta sobre o retorno da ação, que vem sendo melhor do que o esperado.

Vários colaboradores têm trocado horários de compromissos para poder participar e aprovam a iniciativa, que já é conhecida por todos e promete ir cada vez mais longe.

Casas de Saúde participarão de treinamento itinerante sobre ventilação mecânica

Os Hospitais São José e Santa Teresa, na região serrana do RJ, e os Hospitais São Luiz e Regional de Cáceres, localizados em Mato Grosso, entrarão na rota do “Dräger Truck”, um projeto itinerante de educação continuada, que visa treinar profissionais assistenciais em ventilação mecânica e terapia intensiva.

Idealizado pela Dräger, fabricante mundial de equipamentos hospitalares, os treinamentos são realizados em um caminhão totalmente customizado, que tem por meta percorrer 18 mil quilômetros, passando por cinco regiões brasileiras. Com 45 m² de área útil, o caminhão dispõe de um moderno showroom e uma sala de treinamento equipada com recursos audiovisuais, capaz de acomodar até 30 pessoas. Neste ambiente, médicos intensivistas, fisioterapeutas, enfermeiros e engenheiros clínicos discutem situações rotineiras em sua prática clínica e aprendem a contorná-las utilizando ventiladores mecânicos.

O treinamento da Dräger na ACSC é uma iniciativa da área de Logística Corporativa em conjunto com os hospitais, que buscam nas negociações oportunidades que ultrapassam as tratativas comerciais, com o objetivo de atingir os usuários e pacientes de toda ACSC. Foram incluídas na programação as Casas de Saúde que estão localizadas na rota traçada pela Dräger. O conteúdo dos treinamentos abordará fisiologia respiratória, ventilação mecânica básica, ferramentas para melhorar a sincronia entre paciente-ventilador, ventilação não invasiva, ferramentas avançadas e prática nos equipamentos. Os colaboradores do Rio de Janeiro participarão dos treinamentos no final de setembro. O caminhão chegará ao Mato Grosso em novembro.

Oficina Cultural resgata memórias da infância no Lar Madre Regina

Em agosto, a psicóloga Silvana Cava realizou uma oficina cultural com acolhidos do Lar Madre Regina (SP). O trabalho foi realizado com o livro “Contos da Realidade – Vagalumes e Outros Bichos”, de Pedro J. Cardoso, que se apresentou e dialogou com os idosos. A ação também contou com o apoio da encarregada técnica, Ana Rosa.

A leitura dos contos deste livro contribuiu para desenvolver um trabalho de resgate das memórias da infância e das experiências na fazenda, que a maioria destes idosos vivenciou.

HEAT reforma brinquedoteca

A brinquedoteca do Hospital Estadual Alberto Torres (RJ) passou por uma readequação e reabriu suas instalações após ficar dois meses em obras. O local foi todo pintando e recebeu imagens lúdicas que lembram uma praia, o que deixou o espaço humanizado. O piso foi trocado por uma manta vinílica, que proporciona conforto térmico e é mais fácil de limpar.  O ambiente ganhou vida com mobiliário colorido e adequado ao tamanho das crianças, além de um computador e duas televisões.

O espaço atende as crianças que estão internadas na Pediatria e tem como objetivo socializar e integrar os pequenos pacientes que, muitas vezes, ficam internados durante um longo tempo. A brinquedoteca também ajuda a melhorar a qualidade de estadia dos pacientes repercutindo de forma positiva na sua recuperação.

Segundo o Diretor Médico do HEAT, Charbel Khouri, a brinquedoteca diminui a chance da criança que está internada há algum tempo ficar irritada ou deprimida. “O espaço voltado para o público infantil ajuda a manter a criança mais próxima do ambiente em que está acostumada a viver, o que evita o estresse psicológico”.

Iniciativa em defesa do meio ambiente

Gabriela Benita Winand, de 9 anos, aluna do 4º ano do Ensino Fundamental do Colégio Santa Catarina (MG), é uma dessas pessoas que enchem todos de esperança na busca por um mundo melhor. Ao aprender sobre a poluição do ar e da água e as consequências disso para a vida na Terra, a menina resolveu agir: imprimiu um texto e saiu batendo de porta em porta no prédio onde mora colhendo assinaturas dos vizinhos que se comprometiam a fazer algo em prol do meio ambiente.

“Depois que a gente estudou sobre a água, a professora passou um vídeo que me comoveu muito, falando sobre os problemas que a população enfrentaria se a água potável acabasse e eu não quero que isso aconteça. Por isso decidi fazer esse abaixo-assinado, para fazer a minha parte.”, explica a estudante.

A família da Gabi apoiou a ideia da menina que, além do abaixo-assinado, resolveu também distribuir bottons para quem assinasse o documento. Os “broches” foram feitos de forma manual pela garota, que cortou os papéis, desenhou e escreveu um por um. Contente com o resultado do movimento que criou, a estudante resolveu fazer o mesmo para alertar as pessoas sobre os riscos da poluição atmosférica. “A gente aprendeu que a poluição afeta a camada de ozônio e, com isso, está havendo um aquecimento global. Aí, dei continuidade e fiz mais um abaixo-assinado também contra a poluição do ar”.

Momento Espiritualidade no AME Itapevi

O AME Itapevi (SP) promove semanalmente o Momento de Espiritualidade com o objetivo de oferecer aos colaboradores um momento de reflexão, bem-estar e experiência com Deus. Visando estimular a conquista da melhoria da qualidade de vida, criatividade, cooperação e trabalho em equipe, o encontro também aborda 18 virtudes, inspiradas no Encontro de Líderes. A primeira virtude apresentada ao grupo foi a polidez e, durante o mês, esta virtude foi conceituada, refletida e relacionada com a rotina dos colaboradores.

“Acreditamos que as experiências beneficiam a elevação da consciência e do reconhecimento da missão de vida, contribuindo assim para a conexão com a Missão do AME e da ACSC. Não podemos esquecer que passamos a maior parte de nossas vidas justamente no ambiente de trabalho. Portanto, torna-se importante oferecer um espaço onde se constitua um terreno fértil para semear a nossa espiritualidade, o nosso crescimento individual e coletivo“, comenta a gerente assistencial do AME Itapevi, Vânia Castro.

GEA do HNSC realiza Homenagem aos Pais

O GEA – Grupo de Estudos e Aperfeiçoamento do Hospital Nossa Senhora da Conceição (SC), prestou homenagem aos colaboradores papais oferecendo um lanche especial, em comemoração ao Dia dos Pais, festejado no dia 9 de agosto. O GEA é um grupo de voluntários que atua na instituição e é constituído de profissionais do HNSC.

AME Itapevi realiza Palestra de Humanização

Dando continuidade à parceria do Projeto AME Sociedade – Informar para Inovar, com o Colégio Municipal Governador André Franco Montoro, em junho foi ministrado por Mirian Medeiros, psicóloga e analista de Recursos Humanos, uma palestra sobre “Cidadania e Família”, cujo objetivo foi proporcionar aos jovens uma reflexão sobre o tema. Estiveram presentes 35 adolescentes com idade entre 13 e 15 anos que cursam o 9° ano do Ensino Fundamental.

A palestrante iniciou a apresentação com a exibição de um vídeo que mostrava várias ações de cidadania para que os jovens pudessem associar a atitude política às necessidades específicas de uma sociedade e a criação de políticas públicas essenciais para o seu desenvolvimento. Nesta apresentação, Mirian demonstrou por meio de imagens a responsabilidade que cada sujeito possui na garantia de direitos para toda a sociedade. Foram abordados direitos e deveres dos cidadãos e a importância fundamental da família enquanto instituição que auxilia a cumprir o papel do cidadão. Um painel foi montado onde os adolescentes puderam escrever qual o significado de cidadania e família. Nesta dinâmica, os jovens puderam interagir uns com os outros, dialogar sobre os conceitos de cidadania e família meditar sobre eles. Ao final, houve sorteio de brindes.

HTO Dona Lindu: 100% de satisfação dos usuários

Uma pesquisa divulgada recentemente pelo Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU) apontou que o Hospital Estadual de Traumatologia e Ortopedia Dona Lindu (RJ) fechou o primeiro semestre de 2015 com 100% de índice de satisfação dos usuários. Foram entrevistados 1.032 pacientes entre janeiro e junho e todos disseram estar “muito satisfeitos” com o atendimento recebido no hospital. Este resultado supera os obtidos em 2013 e 2014, quando foram apontados 97% e 98% de índice de satisfação, respectivamente.

A pesquisa de satisfação avalia desde o primeiro momento da internação, passando pelo serviço de hotelaria e nutrição, até o atendimento assistencial. Ela é feita por meio do “formulário de pesquisa de satisfação do usuário na internação” e aplicada enquanto o paciente está no leito, em seu segundo dia de hospitalização, avaliando itens como: informações prestadas, acomodações, assistência em saúde, entre outros, seguindo os moldes da Ouvidoria do Estado. Além disso, os pacientes atendidos também se posicionam espontaneamente através de cartas, e-mails, formulários encontrados no próprio hospital e depositados em urnas e telefonemas, destacando pontos de observância do período em que estiveram no HTODL.

Para a Diretora Executiva do HTO Dona Lindu, Patricia de Toledo, este resultado comprova a dedicação de todos os colaboradores do hospital para que cada paciente receba o melhor atendimento possível: “Temos como foco a segurança do paciente e o atendimento humanizado para cada pessoa que busca tratamento em nosso hospital. A satisfação do público é a comprovação máxima de que as ações executadas, desde o administrativo até a assistência, atingem o objetivo e nos fazem melhorar cada vez mais”, disse.